terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Big Show SIC


O Big Show está no ar é nele que eu vou-me ligar, é a T.V. em movimento que está a dar o que falar!


Porra, pah! Ao vivo e a cores e em directo para dar mais "tchan" à coisa. E que o ter aproveitado para poupar as 200 baunilhas do aluguer de uma sala de hotel para fazer o anúncio seja um pronuncio de sábias decisões de gestão!


Show time!

12 comentários:

qualquercoisa disse...

http://futebolfilosofal.blogspot.com/2011/02/ventos-de-mudanca-ou-hecatombe.html

ana disse...

Independentemente do modo e sítio que escolheu para tornar pública a sua candidatura, temos que lhe gabar a persistência. O homem não desiste. É como o Paulo Sérgio: gosta de levar pancada... ou vai, mais uma vez, recuar em detrimento da santa-aliança-da-continuidade-que-não-é-nada-disso-assim-haja-quem-acredite?... Isto, claro, em nome dos altos interesses do Sporting.

Ricardo disse...

Era óbvio. Cheguei a falar nisso há uns dias no Sangue Leonino. Curiosamente, ninguém lá parecia prever esta candidatura. Estranho, não, Ana?

O Dias Ferreira é um homem que adora o Sporting, não duvido. Que por ele, se ganhar, fará tudo pelo clube e provavelmente trará mais dignidade ao Sporting, também não tenho dúvidas, visto que pior é impossível. Já quanto à competência, duvido e muito. E a obsessão que tem por ser Presidente pode jogar contra ele. Repararam nos olhares para ver o resultado da sondagem que perguntava quais dos 3 candidatos os sportinguistas queriam para Presidente? Esta sofreguidão geralmente não dá bons resultados. De qualquer forma, acho que o Sporting ficaria mais bem entregue ao Dias do que ao Lopes. Mas seria com o Carvalho que deixariam de ficar no Carvalho.

Quim Berto disse...

Quantos mais candidatos aparecem pior a situação fica. O incrível é que para um clube endividado até ao tutano existe muita gente a querer o poleiro.

Muita gente? Muita gente não. Que pelos vistos a única candidatura oficial é a de Bruno Carvalho, que sinceramente, parece-me o melhorzinho. Não por ele, mas sim pelo projecto minimamente coerente que apresenta.

Godinho Lopes (nem comento este nome do asco que me dá), Rogério Alves (a prostituta do Sporting), PPCristovão (O tal que antes estava tudo mal e até ilegal e agora concorre na lista do Nobres Guedes), Duque (primeiro cabrão a sair do clube no momento em que lhe disseram que o dinheiro acabou! Porque será? recebias pouco por fora recebias!) e Carlos Freitas (dassss outra vez?!?)

Ricardo disse...

Quim, se a lista do Godinho Lopes ganhar, acho que os sportinguistas têm o que merecem. Quer dizer, andam fartos da dinastia e depois votam num grupo de gente que quer "a mudança para não mudar nada"? A sério, se esse mano ganha é um autêntico atestado de imbecilidade aos sócios do Sporting.

A questão é: imaginando que os sócios são lúcidos o suficiente para perceberem que a lista de Godinho Lopes não faz qualquer sentido (tendo proscritos com antigos opositores com gente do regime, uma mescla multicor e multi-hipócrita), terão coragem para votar naquele que até ao momento apresentou o melhor projecto, as melhores ideias, maior transparência? Eu acho que não. Se não votarem no Godinho, votam no Dias Ferreira. Porque resiste (e provavelmente resistirá sempre) no Sporting uma ideia de nobreza, de linha, de tradição, de elitismo. E este de Carvalho não se enquadra propriamente no perfil que a generalidade dos sportinguistas prefere para ter como Presidente. É uma questão estética, genética, hereditária, classista? É. Mas é uma realidade. O sportinguista típico prefere votar num charlatão de gravata às riscas do que num trabalhador da classe média. É a idiossicrasia que lhes está entranhada. É que se perderem isso... o que é que resta?

Ricardo disse...

(isto de fazer de MM é giro)

Valdemar disse...

Ricardo,

acertaste.

Há uma certa ideia de nobreza nos genes do Sporting.

Desde as atitudes dos dirigentes na tribuna, a nível de jogo jogado no relvado.

Por um lado a dignidade que é preciso manter nas relações com um clube histórico nacional, como é o Porto, ou o Nacional da Madeira, por exemplo, pode turvar o sentido crítico na relação com os dois personagens que os presidem, neste momento. Não se confunda, mas não se passe por parvo ou se falhe na defesa dos interesses do clube.

Por outro, no relvado, com uma cultura de posse de bola e domínio do jogo, atitude arrogante, interventiva, agressiva, futebol pelas alas, apoiado, onde um jogador saiba sempre perfeitamente onde tem que endossar a bola. Depois, se a bola vai ao poste ou à trave, é outro assunto.

Mas não é isto a que temos assistido. E isso enerva qualquer Sportinguista.

E não contraponho nada disto que aqui disse ao Benfica. Não se trata disso. O Benfica tem uma cultura muito própria, diferente da do Sporting. Mas não tem que ser obrigatóriamente o oposto do que eu aqui descrevi acerca do Sporting. É mais popular, concerteza. Mas isso pode não ser, e não é, concerteza, mau.

Quim Berto disse...

Ricardo, sem hipocrisia estava a gostar até à parte em que decides criar um estereótipo de tudo o que é sócio ou adepto do grande Sporting Clube de Portugal!

O adepto comum quer lá saber se é um tipo engravatado ou trabalhador da classe média (se foi uma indirecta ao LFV foi muito fraquinha). O que o adepto comum quer para o Sporting é alguém que devolva o clube ao lugar onde ele merece. Seja essa pessoa quem for.

Agora não podemos comparar a máquina de propaganda que já está em marcha por parte do GL com a do Bruno de Carvalho.

GL sem ainda ter dado a cara, já pôs os seus 2generais" a darem entrevistas em tudo o que é meio. Duque, PPC, Carlos Freitas e Rogério Alves, todos eles, já tiveram direito de antena. E Carlos Barbosa (o único que ainda se consegue diferenciar no meio desta escumalha toda) está na sombra única e simplesmente não se sabe quem serão as listas definitivas.

Queres apostar se Dias Ferreira sempre avançar que GL deixa de ser presidente e a cara da lista será o Carlos Barbosa? Para que? Para que apenas Dias Ferreira seja conotado com a continuidade.

Volto a dizer, em termos de projectos neste momento apenas apoio o do Bruno e duvido que os outros apresentem alguma coisa tão coerente e palpável como a que já foi apresentada.

Agora infelizmente o que vai decidir estas eleições, não vaõ ser projectos, programas, ideias, etc. O que vai decidir vai ser a propraganda, as campanhas de comunicação e a comunicação social.

Tantos e "excelentes" diários desportivos e nenhum faz a ligação de GL e a EJA no negócio da construção do estádio?

Ricardo disse...

Valdemar, subscrevo todas as palavras e pontos do teu texto.

Quim, havia uma dose de ironia no final do texto. Digamos que fiz de MM, generalizando o que não pode ser generalizado. Mas também há um fundo de verdade.

E percebo-te perfeitamente quando dizes que os adeptos comuns querem é um gajo que salve o Sporting e não um engravatado charlatão. O problema é que os adeptos comuns não votam. Ou só votam alguns. E os que votam, sendo mais novos, têm pouco poder. Esse mantém-se nas mãos dos sócios antigos que seguem a tal cartilha do elitisimo a todo o custo. É por isso que Bruno de Carvalho, por melhores que sejam as suas ideias (e são), nunca terá grande hipótese. Por isso e também por aquilo que dizes: a força da Comunicação Social.

E, sim, se houvesse jornalismo desportivo decente em Portugal, se houvesse investigação, pesquisa, dados cruzados, historiografia, as pessoas teriam informação correspondente à realidade. Não havendo, e não sendo a blogosfera um universo substancial que decida eleições, será mais do mesmo.

ana disse...

Pois eu só critico o Dias Ferreira se desistir hnovamente. Acho que tem mais legitimidade para se candidatar ao cargo do que qualquer dos outros. Tem muitos mais anos de Sporting e muito mais paixão. A não ser que seja um grande actor... já o vi chorar pelo Sporting...

tio disse...

Reporter, agora a sério,

Porque esta tua constante critica com todo o que vem do sporting?

Posso entender a tua raiva com esta direcção e pelo estado actual do nosso clube, até te posso apoiar em certos aspectos, mas começo a perceber que a tua critica é abrange TODOS os Sportinguistas que mal ou bem tentam o melhor para o clube.

Digo-te mais, uma das razões (não a unica) para o estado actual do nosso clube são as constantes guerras internas.

Compreendo que não gostes do D. Ferreira, mas pensa 1º no Sporting e depois tenta saber quais as suas ideias para o clube.

Repórter H disse...

Tio,

falamos a sério quando tu quiseres. Não será é aqui n'O Banco! Ao fim de 3 anos já devias ter percebido que conversas sérias não são aqui...

Pesquisa personalizada