quinta-feira, 13 de maio de 2010

Bet on a Winning Orsi


Então não é que o saloio do Quique levou o desgraçado do Atlético de Madrid a duas finais e já levantou um caneco?
Só pode deixar admirados os mais incautos. Chegou a Portugal no Verão de 2008, todo aprumadinho, cheio de falinhas mansas e castanholas e tal.
Mostrou logo que era um visionário ao conseguir roubar uma das estrelas do Real Madrid por uns míseros 4 milhões de euros.
Tacticamente, encostou o David Luiz à esquerda, o Cardozo às boxes e montou uma equipa cheia de jogadores rápidos, pronta para jogar em contra-ataque.
Não terá contado que para se jogar em contra-ataque, será necessário ter um adversário que ataque, mas aí o problema não é dele, é dos Mários Reis do nosso futebol.
Depois de ter conquistado brilhantemente o Campeonato de Inverno 2008/09 e a Taça da Liga, saiu pela porta pequena, mas em grande, levando no bolso uma choruda indemnização e pela mão uma das meninas do Fama Show.
Nunca a expressão "um olho no burro e outro no cigano" foi tão desadequada para alguém como é para o Flores.

7 comentários:

low desert puke disse...

Incrível como se ganha uma final europeia com dois golos resultantes de dois remates que nao iam á baliza.

ana disse...

E como se ganham campeonatos com alguns assim?... maaaaais! como se marcam golos de remates que nem eram supostos existir, não fora o árbitro assinalar livres e penáltis resultantes de simulações, de teatro, de falcatrua, de xico-espertice! E algumas delas tão malfeitas, tão óbvias... mas, pronto, há que premiar o esforço... :P

MHumberto disse...

O Quique ao pé da namorada parece um garoto.

Ele não é mau sujeito, mas as suas equipas de facto são muito mauzinhas. Tudo fora do sítio, desgarrado, sem fio de jogo, os jogadores quase todos eles meio tristes a jogar à bola, e no entanto ... acabou de ganhar 1 Taça UEFA.

Isso só prova uma coisa: no Futebol nem tudo pode ser desmontável, por ser Futebol precisamente.
Se a bola fosse quadrada ou um paralelepípedo o acaso teria uma componente menor no jogo mas como a coisa com que se brinca é redonda, mandam as leis da Física que qualquer toquezinho que se lhe dê - seja lá de que forma for - faça com que o objecto de jogo vá parar a qualquer lado do campo.
Mais: são humanos a jogá-lo, e nós sabemos bem como os humanóides são por natureza incoerentes em tudo o que fazem, não sendo portanto fácil esperar deles mecanizados e programados (programáveis) comportamentos.
Mais trágico ainda: são 22 deles lá dentro para apenas 1 bola, e isto causa sempre alguma tensão emocional que impede o natural fluir dos acontecimentos.

Por isso imaginemos que o Quique por algum milagre vinha aqui. Lia isto, criava imediatamente uma conta no g-mail e respondia ao comentário. Ao responder escrevia: "Oh meu pedaço de merda, eu sou Treinador de Futebol, é a minha profissão, estou nisto vai para 15 ou 20 anos, já treinei grandes Clubes como o Valência e o Atlético e já conheci Clubes e Campeonatos menores como o português e o Carnide, já me passaram pelas mãos centenas de jogadores e dezenas de planteis diferentes, apurei o Valência para isto e para aquilo, venci uma Taça em Portugal, vou a uma final da Taça do Rei pelo Atlético e acabo de sagrar-me vencedor da Taça UEFA ao serviço de um Clube que estava arredado destas andanças há 30 anos, e tu, um badameco que limita-se a comentar meia dúzia de coisas em blogues da net vens opinar sobre o meu trabalho - que não conheces e nunca conhecerás - e qualificar-me de "mauzinho".

O que é que eu respondia a isto?
Provavelmente nada.

Mas isto não invalida que ao pé da namorada ele pareça um garoto, isso não.
A foto está aí e não me deixa mentir.
Acho as mulheres grandes pouco desejáveis, independentemente de serem bonitas ou não, nas feições ou no corpo.
As pernas são mais importantes que os seios, sê-lo-ão sempre.
E as morenas serão sempre mais bonitas do que as louras, é um facto. Embora isto não se relacione com inteligência: porque o intelecto - que eu saiba - em nada se relaciona com a pigmentação capilar.
Tudo isto é muito subjectivo, porque quase sempre é uma matéria do campo das sensações, energias e harmoniosa e natural sensualidade. Quantas e quantas vezes vemos na rua - eu vejo todos os dias - mulheres normalíssimas que metem a um canto todas as modelos e actrizes desse mundo fora categorizadas como exemplos maiores de beleza e atractividade?
Muitas.
Por isso nunca é bom parcelar elementos de beleza: tem mais a ver com conjuntos do que outra coisa qualquer.

Mas não cavalonas, isso não, e essa sujeita na foto é claramente uma.
Vejam por exemplo a distância que vai do seu cotovelo ao ombro.
Acham aquilo normal ou bonito?
Não me parece que se possa dizer que seja.

Valdemar disse...

Humberto,

eu também gosto delas pequeninas...

Abraço.

MHumberto disse...

Um abraço Valdemar, e viva o Paulo Sérgio.
O novo Técnico fará erguer o Leão a um domínio no Futebol Lusitano sem precedentes. O Szabo ao pé dele será um menino.
Vai ser uma coisa nunca antes vista ... sinto. Olho para o Sérgio e sinto-o. Sinto poder, aquele tipo de poder vimaranense sabes? D. Afonso e coisas desse género, a espada e o escudo, a escola rude e dura do campo, o frio do Norte, a atmosfera densa do Minho, e claro ... Vidal Pinheiro, uma fábrica de campeões.
E agora explodirá, é o momento.
E com a explosão: Títulos. Milhares deles.

joemorales disse...

MHumberto, esses milhares de títulos não mexem contigo, afinal tu vibras é com Mundiais de Pista Coberta e afins...

low desert puke disse...

Sabendo que o plantel é constituido por gajos como o Grimi ou aquele defesa que atira medalhas para o chao (o que nao deve ser nada do agrado do Humberto!), e que outros (os melhores) como Veloso e Izmailov estao prestes a deixar o clube, juntando a isso o facto que nao hà dinheiro para ir buscar argentinos em final de carreira como o Benfica faz...como é que alguém no sei perfeito juizo é capaz de dizer que "està ali para ser campeao"?

Ao menos o outro vincou o discurso em meter o plantel antes de tudo a jogar o dobro, depois os titulos logo se via...

Pesquisa personalizada