quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Deixem-se lá dessas tretas das eleições, Sálvios e de treinadores armados em Mourinho e tomem lá nota de uma coisa verdadeiramente importante

Soube-se há uns dias que aqui a Lucy e o Djaló, foram papás. Ao casalzinho maravilha, O Banco endereça desde já felicitações e deseja que a criança tenha saúde e que seja muito feliz.


O que não se soube nessa, altura e que veio agora a público foi o nome do rebento, que não podia deixar de ser uma coisa assim espectacular como o paizinho e a mãezinha, que Deus os conserve!


Pois então, descobri aqui (não é que esteja assim muito escondido), que a recém-nascida, tem por nome: Lyonce Viiktórya! Pimba, nem mais! Lyonce Viiktórya, que é para arrumar já com as Katyas Vanessas e os Rubens Mikaeis deste país!


E para explicar tão espectacular nome, a boa da Lucy, vai de 'amandar' com a seguinte tirada:


«Lyonce da fusão de Luciana e Yannick e Viiktórya pelo nosso amor ter triunfado e ter vencido todos os obstáculos e má língua de tanta gente, principalmente daqueles que até hoje só apareceram na nossa sombra, graças à nossa luz e por sermos figuras públicas tão mediáticas»


Ora bem, vamos lá a ver se eu entendo: Lyonce da fusão de Luciana e Yannick. Portanto, assim de repente, quer-me parecer que da fusão de Luciana e Yannick, teriamos Lucinnick ou Luick, ou Lucynni ou talvez Yanna ou ainda Yanniana, sei lá... um montão de hipóteses, mas Lyonce é que não estou a ver. Ainda de o rapaz fosse Lyonel e ela Célia, eu ainda lá ia, agora assim...


Depois é Viiktórya pelo nosso amor ter triunfado e ter vencido. Pois, parece-me bem, principalmente, pela mensagem nada ressabiada, que figuras públicas tão mediáticas fazem passar. Eu sei que a escola era difícil e aquilo metia muitas letras e números ao mesmo tempo, mas porra, não há lá ninguém naquelas famílias que lhes ensine como raio é que se escreve Vitória? E já agora, como é que raio o Instituto dos Registos e do Notário deixou passar uma coisa destas?


Com um nome desses havias de andar na preparatória onde eu andei. Levavas porrada todos os dias que era um gosto.

57 comentários:

MM disse...

Ela nem e ma rapariga. Pode ser superficial mas isso nao faz dela ma rapariga. Tem bom aspecto, e bonita, tem um corpo apetitoso, delicioso, tem umas pernas que apetece beijar, tocar, lamber e morder. E tentou. O mais importante e isso, tentou e conseguiu. Foi tentando ate a TVI dar-lhe uma oportunidade.

Desejo-lhe as maiores felicidades.

Ela se quisermos e a Ana da TVI, com a diferenca de que a Ana - a minha, sim e isso mesmo ... a Ana e minha - nao e superficial, e e mais bonita. Mas de resto sao iguais, exceptuando o facto da Floribela ser loira e a Ana ser morena. Mas de resto sao iguais, exceptuando o facto dela ser benfiquista, e a Ana ser sportinguista. Mas de resto sao iguais, exceptuando ela ser esposa de um portugues de origem cabo-verdiana, e a Ana ser cabo-verdiana de origem de um esposo portugues.

Ha outras diferencas mas que nao interessam revelar ou relevar. Diferencas como por exemplo o facto da Ana dormir nua, e a Floribela nao. A Floribela dorme sempre com aquele vestido que usava nas novelas. O vestido e os tenis de borracha Sanjo. A Ana nao, dorme nua porque faz muito calor la na sua cidade, e ano usa os tenis da Floribela.
Os da Ana sao Le Coq Sportif.

pitons na boca disse...

Disseram-me - não sei se é mesmo verdade - que por ele ter nacionalidade guineense pode escolher estes nomes assim... fora do normal, que a conservatória é obrigada a aceitar.
Volto a frisar: não sei se é verdade, foi o que me disseram.

low desert puke disse...

A sorte do rebento é que nasceu com o sexo feminino.

Pior seria se fosse um puto. Ainda lhe chamavam Manuel Humberto ou assim.

Valdemar disse...

Que a malta de fora tinha mais direitos que os nativos, já eu sabia.

Nesta questão dos nomes, é só mais um exemplo...

Como sociedade, temos um enorme complexo de culpa para com as pessoas oriundas ou descendentes de nativos das ex-colónias.

low desert puke disse...

...basta ver o caso do Mantorras.

MS disse...

Eu ainda nao ultrapassei o choque de descobrir que Yannick consegue procriar.
Nao ha ninguem que lhe de tanga naquele balneario?

@leo@ disse...

Não me importava de ter uma filha da lucy e até podia se chamar @lucyleo@....

JP disse...

http://soundcloud.com/vpalmeirim/nome-da-crian-a

Ouçam e riam-se um bocado...

MM disse...

Pukito,
Estás a começar a ficar desesperado mas mete uma coisa na cabeça de uma vez por todas: não tens valor. Ninguém quer saber. É o preço que pagas por ser um sujeito muito limitado que se comporta como um voyeur.

E já agora vai aprender o plural de "vem" e "tem". Não sei onde é que foste buscar os "veem" e os "teem" mas é ridículo - e estou a ser simpático contigo - que um tipo que lê tanto fórum - e para mais um voyeur, como tu - escreva imbecilidades desse tipo.

low desert puke disse...

é porque nao tenho os acentos circunflexos neste teclado, amigo. é sò para facilitar minimamente a leitura a, por exemplo, gajos limitados como tu.



Jà agora...

"Ela nem e ma rapariga...
...O mais importante e isso, tentou
a Ana - a minha, sim e isso mesmo ... a Ana e minha - nao e superficial, e e mais bonita."

e e e?? Eu a ti nao te chamo imbecil, porque a gaguez nao serà um problema sò teu. E ainda por cima o conseguir transportar esse embaraço na fala por escrito e online, sò pode ser sinal que Ridìculo é um apelido que te assenta bem.

MM disse...

Não só és muito limitado, como és muito complexado, como és muito invejoso. Arranja uma vida voyeur e não percas tempo a desdenhar o que não tens.
Tu podes fazer 1 de 2 coisas:
Ou reconheces - perante tu mesmo - a tua incapacidade e fazes alguma coisa para transformá-la em capacidade ou, não sejas imbecil ao ponto de estar sempre a tentar desvalorizar coisas que te incomodam únicamente pelo facto de não teres capacidade de as produzir.

E sabes porque é que devias faze-lo Pukito?
Porque quem te lê percebe isso. Essas coisas notam-se. Esconde esse incómodo já que não tens dimensão suficiente para o encaixar. Ou não escondas e continua a passar a imagem de complexado invejoso.

Faz o que quiseres ... e olha aproveita estas 2 intervenções para matar saudades. Sabe Deus como estás desesperado por atenção ...

Vá, agora podes voltar a brincar sozinho. E não escrevas veem e teem, tenhas ou não acentos circunflexos.
É patético, como te disse.

low desert puke disse...

Essas vazias tentativas de imputares aos outros aquilo que és, ou como te comportas, sao no minimo miseràveis.

Mas tu gostas de rastejar. E nòs de observar-te.

MM disse...

Arranja uma vida voyeur, faz-te esse favor ...
Passas a vida nisso e chegas ao ponto de versar sobre vidas que não conheces. Queres trocar comigo? Pelos poucos elementos que o teu voyeurismo capta, queres trocar de vida comigo?

Pensa nisso, e descobre lá o que é que te incomoda tanto ... porque o evidente para outros não é pelos vistos evidente o suficiente, para ti.

Sabes o que é que tu és? És aquela mosca que apesar de ser inofensiva e pequenina, incomoda. Compreendes esta imagem? Acho que é fácil de percebe-la. Não apresentas nenhuma característica de valor, ninguém te passa cartão, e a única forma que tens de ver algum conteúdo teu notado são essas referências pseudo-pessoais do domínio do voyeurismo. Isto como é óbvio não é nada, compreendes? É zero, e por isso és inofensivo e pequenino. Mas ao mesmo tempo vais fazendo zunzun, porque lá está, e a única forma que encontras de ser notado. E o zunzun incomoda.
As moscas incomodam.

É isso que tu és. Agora o nosso problema é muito pequeno claro, zunzun. O que é que interessa o ruído de fundo, não mata ninguém. Já para ti é um problema de todo o tamanho porque ficas satisfeito e sentes contentamento nesse papel que procuras.
Isto é terrível Puke, para ti.
E sinceramente não sei como é possível retirares conforto desse papel, mas tu lá saberás claro ...

Tem uma boa vida. Faz por isso.
Não te desejo mal mas não tenho também mais nada a dizer-te porque a minha capacidade para ajudar-te é naturalmente inexistente.

low desert puke disse...

" low desert puke disse...

Essas vazias tentativas de imputares aos outros aquilo que és, ou como te comportas, sao no minimo miseràveis.

Mas tu gostas de rastejar. E nòs de observar-te.

20 de Janeiro de 2011 19:32"

Metallica disse...

9000 pessoas em alvalade. Em vez de andares aqui a escrever imbecilidades, mais valia teres ido ao teu estádio apoiar, MMonhé.

MM disse...

E tu podias tentar - se pudesses - dizer qualquer coisa de interessante.
Mas nao, e e por isso que filhos da putinha como tu o maximo que fazem e (tentar) insultar, na net.
Resta saber se a putinha se orgulha de ti. Aceitam-se apostas.

Metallica disse...

"Mas nao, e e por isso que filhos da putinha como tu o maximo que fazem e (tentar) insultar, na net.
Resta saber se a putinha se orgulha de ti."

Até escreves-te sem pontiação, foi com os nervos ou com a pressa de me tentar atingir? Quem é que insulta afinal? Vai tomar a medicação, MMonhé.

MM disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
MM disse...

As coisas em que reparas ve la tu. Acentiacao quiseste dizer: os teclados estao felizmente preparados para pontiar quase todas as linguagens romanicas. As suas pontiacoes sao dessa forma muito raramente um problema, ja as suas acentiacaos nao ha sobre elas muito a fazer ...
Portanto, nao, filho da putinha, ate porque mosquinhas vazias e pequeninas como tu nao merecem o caso. Por isso - e sem que vejas nisto um insulto - responde-me: a prostitutazinha da tua mae orgulha-se de ti? Sim? Nao? Assim assim?, ou nao sabes?

Antes de responder reve la tambem esse "escreves-te" que isso e capaz de ter para ai um caracter a mais. Tenta descobrir qual.
Abracos.

low desert puke disse...

Outros casos hà, em que a explicaçao é caràcter a menos.

MM disse...

... adianta a mosca, de resto.

Metallica disse...

Nem corrigi o "pontiação". Já sabia que ias investir aí.
Mas afinal quem é que insulta na internet?
E no fim rematas com um "abraços".
Não és mais que um MMonhé.

MM disse...

E eu que estava com esperanca em ser mais do que isso.
Em fim, fazer o que. Nao te pergunto a 3'a vez porque ja vi que nao queres responder e portanto limito-me a deixar-te novos abracos.

O beijinho a prostitutazinha da tua mae e dispensavel que ela ja recebeu muitos hoje, paz ao seu descanso.

Metallica disse...

Não é assim a chamar a mãe que me atinges, vais ter de te esforçar mais, MMonhé...

Empresário da fruta disse...

aqui temos o MuitaMerda e o seu 'pudismo'

MM disse...

Correccao: ja que es tu quem me vem dirigindo a palavra ha muitos posts para ca (apesar de nao te passar cartao), se verdadeiro na forma como atribuis os papeis, em quem tenta atingir quem. Hoje fizeste-o novamente e por isso mais nao estou do que a fazer-te a vontade.
Assim, nao vejas nisto um insulto. Se coerente filho da putinha, nao e dificil ate para uma mosca como tu.

Nao quero que julgues que te estou a insultar. Encara o que te digo com normalidade porque e aquilo que mostras, e isso so tu controlas ...
Novos abracos.

Metallica disse...

E vais dizer que não gostas, MMonhé? Tu és a attention whore aqui do sitio, nunca te dirigi a palavra, apenas gosto de picar (como toda a gente aqui). Se realmente não passasses cartão não estavas há uma hora a escrever para mim e a tentar enxovalhar a minha mãe.

MM disse...

Mau, entao pedes para dancar e depois nao tens musica?
Es tu quem a enxovalha filho da puta, ve la se compreendes isso. E nao te queixes da atencao que recebo porque essa atencao es tu quem a das. Tu e outros.
Nunca me dirigiste a palavra? Ai que a mosquinha mente muito, mas felizmente sabes o que fazes por isso neste caso nao e grave.
E vai la ler novamente analfabeto: hoje estou-te a fazer a vontade. Hoje. Pena e que nao consigas aproveitar mas isso la esta, cada um faz o que pode ...

Metallica disse...

Sabes MMonhé, discutir na internet é igual competir nos Paraolímpicos, podes ganhar, mas continuas sendo um atrasado.

Ladra aí...

MM disse...

Ficamos a saber que para alem de acompanhares o que escrevo no A Norte de Alvalade, acompanhas o que escrevo no 4-4-2. Viva a surpesa.
Como ja escrevi isso ha quase 1 mes, fala mais um bocadinho de atencao, lol.
Es uma comedia.

Vai dormir filho da puta, e beijinho a mama.

Metallica disse...

Acompanho o que escreves??? Um grande LOL para ti

MM disse...

Nao, que ideia ... esta visto que nao ...

Ricardo disse...

O que eu não percebo é como é que ninguém comentou o primeiro comentário do MM. Um tratado sociológico de alto quilate e nada, nem uma referência, um esgar, uma piada, um elogio, nada, zero, nicles? Estão muito fraquinhos. É só insultos e conversa de encher chouriços.

A Ana o que terá a dizer sobre o referido apontamento?

kino disse...

Chamar de Lyonce a um filho para mim é a mesma coisa que estar a pensar em chamar-lhe Merda mas depois ocorrer a ideia qque ainda existe um nome pior que merda para o chamar. assim ficou Lyonce um nome que consegue ser mais ridiculo que merda.

MM disse...

Ricardo não sejas demasiado generoso. Não é preciso confundir quilate com metal, porque também não somos obrigados a investir mais do que aquilo que a vontade momentânea manda.
Mas ao fim do dia lá está, haverá sempre Sanjo, importantíssima referência de um qualquer recreio de uma qualquer 2ª, 3ª e 4ª classe da segunda metade dos anos 80.
Corrige-me se estiver enganado ...

Valdemar disse...

Esta merda já chegou a ser um blog de bola.

Quim Berto disse...

Touche Valdemar!

Que me dizes do jogo de ontem?

Ricardo disse...

MM, pelo contrário; não fiz justiça à qualidade do comentário. Era um elogio. Eu sei que neste blogue é coisa raríssima, mas acontecem, de tempos a tempos. Gostei do que escreveste.

E, sim, Sanjo all the way. Isso e nestum mel. E gangas Soviet. E cabelo à tijela. E pastilhas gorila. E petazetas. Tchack, tchack, tchack na boca. E o Dartacão. E o Michael Knight. E a Vera Roquete no "Agora escolha". E os vinis do José Barata Moura (que anos mais tarde foi meu professor na Faculdade de Letras). E as sopas de laranja com banana. E as gemadas. Faz falta a este Banco um pouco de memória colectiva. Para acabar com os alhos de uma vez.

Quim Berto disse...

Ihhhhhhhh Ricardo,

Nem sabes a invasão de nostalgia que criaste em mim com esse segundo parágrafo.

low desert puke disse...

Fico contente por ser o primeiro a relembrar os Jovens Heròis de Shaolin.

pitons na boca disse...

Voltei a ver episódios dos Jovens Herois de Shaolin, há poucos meses e fiquei estupefacto. É que naqueles tempos tinhamos aquilo como algo espectacular e agora foi uma enorme desilusão. :P

Cá para os meus lados havia as sapatilhas "Great" que duravam pouco mais de um mês, de tanto jogar à bola na rua e no campo pelado. Só tive um par desses, depois passei para as Adidas Universal, que por muito que jogasse com elas, duravam meses e meses. Uma eternidade, comparado com as Great.

low desert puke disse...

Sim, também me disseram isso dos jovens heròis de shaolin. Tentei procurar na net ultimamente qualquer coisa para me refrescar a memòria, mas nao encontrei. Disseram-me que nao passava afinal de uma qualquer telenovela da TVI, apenas com uns gajos a voarem de quando em vez fazendo barulho de lençois ao vento.
Talvez seja melhor nao procurar mais e continuar a viver no mito que aquilo era espectacular. Um pouco assim como os sportinguistas e os 24°s lugares que dao titulos em crochet para manetas.

Mas a mim ninguém me convence que o Duarte & Companhia nao era mesmo espectacular.

Quim Berto disse...

Tens toda a razão Puke e talvez acrescentava só para reforçar a ideia que o Benfica ainda é uma grande potência Europeia.

O Duarte e Companhia era bom, é bom e irá ser sempre das melhores séries alguma vez feitas. Um tipo de humor intemporal.

Desilusão desilusão para mim foi a repetição de A-team. Era doido por aquilo e agora deixo me dormir :p

Valdemar disse...

Hehehehehe. Os shaolins. E o duarte e cia. Dasse...

O jogo de ontem?

Vale a pena deixar um gajo no banco, se ele de lá levantar o cú e encavar 2 golos com o querer e a certeza com que os encavou na baliza.

A juntar ao do querer puro e típico do Liédson.

E 3 bolas no ferro, que a entrarem, dava um score de 7-0.

Tudo somado, permite-me acreditar que talvez a chicotada psicológica do cotonete tenha tido efeito positivo.

Facto que foi contra o Penafiel da segunda, mas se em vez de verdes, fossem de azuis ou vermelhos, as tv's hoje davam destaque à tranqulidade com que tinham sido despachados aqueles corajosos rapazes do Penafiel...

É o Sporting, portanto destaca-se mais a primeira parte sem golos, do que a possibilidade da coisa ter terminado com 7 golos da mesma equipa. Zapater? Se fosse o Javi ou o Fernando...

Tudo somado: uma vitória normal da equipa mais forte, para azar dos pasquins e do Rui Santos, que hoje tiveram menos assunto para cagarem umas lérias.

Abraço.

Quim Berto disse...

Ah ah ah excelente Valdemar!

Existe pontos em que concordo absolutamente.

Zapater voltou a fazer um bom jogo o tempo que esteve em campo e vá lá o Pal Serge admitiu que foi injusto para com o espanhol quando o tirou da equipa a seguir ao jogo de Braga.

Dos pasquins muito admirado estou eu como hoje nenhum refere que Maniche parte meio balneário por não ter jogado ou que ameaçou de colocar uma bomba se não jogasse no próximo jogo.

a ver vamos o que dá o jogo de segunda feira. Neste momento é jogo para tripla.

Quim Berto disse...

Ah e já agora tens algum preferido para presidente?

MM disse...

Ricardo, e em medida ténis, Soviet tinha um nome próprio, All Star. E é engraçado como consoante o contexto e a aura um mesmo objecto pode ter 2 significados opostos: o que eram os All Star por entre jovens do 5º ou 6º ano de uma escola secundária em Portugal? Pois bem, e o que eram esses mesmos All Star na cinzenta área metropolitana de Philadelphia? Significados tão diferentes, e ainda hoje estou para saber se os sapatos com que o Rocky corria eram All Star ...

Michael Knight, a Bonnie (crime terem-na mudado porque a Bonnie seria / será sempre morena), Kit, Super-per-super, o próprio Kit branco e claro Regresso ao Futuro, Indiana Jones e Rambo. Quem não conheceu o Kit, quem não foi até ao Enchantment Under the Sea Dance em 1955, quem não acompanhou Indiana enquanto ele fugia da gigante bola de pedra e quem não estava lado-a-lado com o John Rambo enquanto ele matava o polícia ruivo do CSI ... não pode dizer que tenha tido uma infância/pré-adolescência feliz.

Quim Berto, o Duarte e Companhia era muito bom mas o Rocha partia tudo. A Joaninha era gira e apetitosa mas a mãe dela a dar mortais com um tijolo dentro da mala era de um universo aparte.
Muito bom.
Já o A-Team, muito fraquinho. Nada que se compare ao melhor de sempre, McGyver. Enfim.
Mas Ricardo o importante é mesmo isso: Sanjo, as Gorila - pacotes de 5 claro, as grandes, o comer-se o chocolate do leite à colher e claro, Quem sai aos Seus. Ainda hoje tenho um fetiche pela Meredith Baxter de há 18 ou 19 anos atrás. Sim, gosto de milfs, e parte do fascínio que a Ana me provoca parte daí, e posso dize-lo porque sei que ela não lê. A série antiga da Missão Impossível que passava aos sábados, e claro, alguns anos antes, nos primórdios da 1ª ou 2ª classe: os sábados de manhã, numa altura em que a RTP ainda passava desenhos animados com legendas. Quando aniquilaram as legendas, aniquilaram com tudo.
Criminosos.

low desert puke disse...

Valdemar, eu compreendo que tu e muitos outros andem descontentes e revoltados com o quotidiano do sporting. Mas tenho a dizer-te que essa insistencia na auto-comiseraçao jà começa a passar um bocado do prazo de validade. Por outras palavras: jà cheira mal.

Porque vendo a capa d'a bola ou do record, parece-me que ambos encaram o resultado e o pròprio jogo do sporting ontem com seriedade e sobriedade. Porque foi uma sapatada na crise, e muitas outras se esperam. E porque o futebol nao se demitiu, e nem fugiu com o rabo à seringa, acrescento eu.

Portanto nao sei do que te podes queixar.

Quim Berto disse...

Puke sei que não foi dirigido a mim mas gostaria de te provar que o que acabaste de dizer não é inteiramente verdade.

Após a derrota com o Paços, todos os pasquins referiam que o Sporting tinha feito um jogo miserável. Houve até um (aqueles que o vosso clube é dono do prédio) que chegou a dizer que pior que o Sporting só o árbitro.
Qual não é o meu espanto hoje à hora de almoço a folhear os três desportivos referem que enquanto contra o Paços o Sporting embora jogando bem, perdeu e frente ao Penafiel jogou mal e ganhou...Eu não sou de intrigas mas aqui há algo que não bate certo!

Quim Berto disse...

dono do prédio não, dono do terreno, peço desculpa

low desert puke disse...

Là està. A insistencia nesse discurso sobre os jornais pro-Benfica é outra coisa que também nao faz sentido. Porque se fossem mesmo do Benfica nao queimariam vivo Jesus como aqui hà um par de meses aconteceu, ou outro exemplo ainda, nao fariam publicidade a tantos jogadores que na eminencia de assinarem por nòs, acabam por nao faze-lo. Porque o preço dispara, ou porque outra equipa se antecipa, etc...Isoo, tens de concordar, nao é defender os interesses benfiquistas.

E baseio-me no mesmo exemplo para demonstrar-te essa mudança de discurso, como apontaste, sobre o jogo contra o Paços. A pura das verdades é que nao se pode ter feito um bom jogo levando tres golos em casa contra o 13° classificado. Mas, e aqui volta o exemplo de Jesus, os jornais sao os maiores vira-casacas da nossa praça. Porque ou o metem num pedestal ou o enterram vivo. Nòs benfiquistas convivemos medianamente bem com isso. Embora me revolte, porque jà aconteceu e continuarà a acontecer, perder jogadores quase contratados porque a merda dos jornais querem é letras garrafais para poderem vender mais uns maços.

Nao bate certo nao, mas com um pouco mais de consciencia, chegaràs à conclusao que nao hà jornais pro-Benfica. Hà jornais pro-vendas e depois hà O Jogo, que nao passa do borda d'àgua do cara de bufa.

Quim Berto disse...

Puke,

Eu não disse que havia jornais pró-benfica. Apenas referi, como tenho dito noutros blogues essencialmente sportinguistas, que nos últimos tempos perdem demasiado tempo a dizer mal do Sporting.

Mas concordo contigo num aspecto o que interessa é vender. Seja a colocar os clubes nos píncaros ou a mostrarem fotografias de dois funcionários do Sporting a partilharem um guarda chuva e como não estavam os dois a segurar no dito cujo havia um que se achava melhor que os outros.

Fotografia essa que foi colocada no blog do director desse jornal com direito a dissertação e tudo.

Eu sempre considerei, ainda no tempo que só havia dois desportivos e nem diários eram, que a A Bola puxava mais para o Benfica e o Record para o Sporting. E não me escandalizava porque na altura nenhum pregava a quem quisesse ouvir que tinham que ser imparciais. O problema nos tempos que correm, é não existir um dia onde não apregoem a idoneidade e depois publicam o que publicam.

Abraços

Valdemar disse...

Sim, na altura insurgi-me contra a campanha anti-Jesus, que de facto existiu, faltando só saber, patrocionada por quem. Arriscas alguém, low?

Também de acordo com o que disse o low, há que dar continuadas sapatadas na tal crise. Isso consegue-se com vitórias, primeiro, e com a confiança que elas trazem, bom futebol. O Paulo Sérgio anda um bocado às aranhas com o plantel, mas pode ser que não invente demasiado por o plantel ser curto.

E fatalmente, chegará a altura em que a imprensa se focará num dos outros 2 grandes.

Para presidente, o meu voto será obrigatóriamente abstencionista. Não estarei cá. Felizmente, porque não votaria Cavaco. E nenhum dos outros é melhor.

Para a malta jovem, fica difícil não se abster. Já não há ideias. Só desilusões políticas.

Contumil disse...

seguindo esta lógica e filha do C. Peixoto e da Diana Chaves irá chamar-se Cesariana

Contumil disse...

a

Quim Berto disse...

Epa eu tava a falar nas eleições que realmente interessam...Nas do Sporting!

Valdemar disse...

Hehe.

Até agora não tenho nenhum favorito.

Confesso que sempre fui admirador da dinastia que agora cessa na pessoa do JEB, pela inteligência do discurso e escasso populismo. Só deixei de apreciar, quando se avolumaram os amadorismos no discurso e nas atitudes (quem é que vai de férias numa altura decisiva na vida do clube? Quem é que investe um valor record num avançado para emprestar para Espanha?).

Mas agora acho que é altura de um outro rumo. Sangue fresco. Mas sem populismos e discurso fácil. Rigor nas contas. Discrição. Trabalho de bastidores. Influência nos centros de decisão, para contrabalançar a influência óbvia do Porto e Benfica. Uma política de expansão do clube. Um orgulho no clube e no discurso, mesmo nas derrotas. Um treinador que não de recurso e à experiência, em aprendizagem. Não contemporizar com quem não respeita o nosso clube.

Várias ideias que vi expressas, por exemplo, no site SportingApoio.com

Mas ainda não tenho um candidato definido.

E tu?

Pesquisa personalizada