sexta-feira, 11 de abril de 2008

Crueldade

Pois é. O melhor central em Portugal não jogou e o outro (actual) internacional brasileiro alinhou ao lado do Tonelada e quando tiveram que intervir (não) aconteceu.

O Sporting deu um banhito de bola e levou (duas) banhada(s) de uma equipa que não sabe nem ler nem escrever.

Ainda há pouco tempo estava o Sporting em quatro frentes tentando corrigir de alguma forma uma péssima época e agora acaba-a da pior maneira. Infelizmente já vimos este filme e não me apetece ver a sequela em que o actor principal também continua em acção.


Esperemos que a história (da recente à mais recente) não se repita para a meia-final da Taça porque não apetece dar banho de bola (algo garantido a não ser que a tradição da pior equipa do derby se traduza numa melhor exibição da mais fraca) e levar uma banhada de outra equipa sem saber ler nem escrever. Até porque o campeão do mundo já é baixa confirmada.




E se com esta dupla de centrais até o rival do Colombo é capaz de fazer estragos inadvertidamente, em lances oferecidos, o Leixões também o será.


Teme-se o pior até porque se tem saído das competições sendo superior no jogo e inferior no resultado. Será que se ficará só com a Supertaça?

2 comentários:

tio disse...

para mim a culpa é global. a equipa em si não jogou rápido e ao ataque.

teve sempre receio do adversário e defendeu muito atrás.

Bengas disse...

Eu achei o mesmo durante o jogo. Mas a verdade é que assim que esticámos a manta um bocadinho levámos logo o golo em contra-ataque. O pouco risco da 1ªparte tinha a sua razão de ser. Mas mesmo assim era inevitável. O que era preciso era uma defesa perfeita... e isso, sem o Polga, seria quase impossivel.
Além do mais, a quantidade de passes errados foi inacreditável! Até o Moutinho... Só o Veloso esteve a um nível aceitável.

Pesquisa personalizada