sábado, 11 de julho de 2009

O FC Porto B

Este ano é o Olhanense. Depois de conseguirem fazer subir o clube treinado pelo bicho, mais um filho da casa, lá trataram de encher o plantel de 'jovens promessas' que para um dia poderem vir a brilhar de dragão ao peito precisam de 'rodar'.

Depois Académica, Setúbal, Guimarães e Braga este ano toca ao Olhanense a honra de ser a filial nº 1. Começando pelo próprio bicho que está já a jeito para fazer os 2 fretes do costume - o habitual cá e lá* - e passando pelos 6 (sim, são seis; não me enganei!) jogadores que já lá estão empestados e a quem uma pequena lesão os vai impedir de defrontar o clube do patrão, já está tudo a postos para uma época tranquila.

O Banco propõe-se desde já a seguir em detalhe a época do Olhanense, em particular dos jovens Hugo Ventura, Tengarrinha, Castro, Rabiola, Zequinha e Ukra, utilizando o clube algarvio para explicar como é que se pode continuar a dominar o futebol português depois de se terem generalizado as escutas telefónicas - não que judicialmente tenham grande impacto, mas ter que andar a correr para o tribunal em tristes espectáculos, só ao alcance daqueles que se regem por elevados principios morais, é uma chatice.

Depois admiram-se de terem os estádios vazios e que as pessoas não acreditem no futebol!

* Mikas, esta é para ti em memória dos 'bons velhos tempos'

1 comentário:

Pesquisa personalizada