quinta-feira, 10 de junho de 2010

Os fracos da Selecção


Porque temos uma cultura de exigência e porque se trata da nossa selecção não posso deixar de vir aqui demonstrar a minha preocupação pelo rumo que esta brincadeira está a tomar. Esta cultura de exigência vem de ser adepto de um clube que nunca vi fora das competições europeias 1 ano que fosse (muito menos 2 seguidos) e pelo recorde igualado com a Academia do Ajax de 10 jogadores formados num Mundial (ver reportagem da BBC que também já foi aqui "postada"). Produzimos os melhores jogadores nacionais de sempre, Figo e Ronaldo, e com eles os melhores resultados de sempre. Algo de nos orgulharmos em vez de nos envergonharmos. Como aquela presença, em que nenhum de nós era nascido, em 66 em que fizemos o jogo mais violento de toda a história dos Mundiais e que fosse hoje em dia não tínhamos terminado o jogo com as expulsões. Conseguimos pôr o melhor jogador de todos os tempos no estaleiro e a pensar não jogar mais, incrível!

1 -Se a convocatória era uma vergonha, agora com a lesão do Nani o cúmulo chegou, ou melhor a incrível presença deRuben Amorim que já estava a caminho do Algarve com a mãe Anabela e o irmão Mauro.
O jogador em melhor forma da nossa selecção, exímio extremo, dá lugar a um merdoso lateral direito? O que o Nani ia fazer pela selecção já estava a mostrar. Agora o que vai lá o Ruben Amorim fazer? Vamos todos ver!
2 - Quem se devia ter lesionado era o Simão, que nunca fez nada pela selecção (alguém que venha aqui tentar provar o contrário para nos rirmos) e quando marcou o golo neste apuramento nem festejou tal é a falta de dignidade e profissionalismo que só prejudica os interesses maiores da Selecção. Também vamos ver o que este vai lá fazer!
3 - Toda a gente sabe que a lacuna de Portugal é o lateral esquerdo, e agora que Nuno Valente arrumou (e bem) as botas arriscamos-nos a ter que ver um Fábio Coentrão? O que é que este "jogador" alguma vez fez pela selecção (ou outra coisa qualquer?)? Isto traz à baila a última vez em que o Benfica influenciava de algum modo as convocatórias e tivemos que jogar com outro lateral esquerdo improvisado à moda do Benfica: Abel Xavier. E todos sabemos o que aconteceu: vergonha!

Por isto tudo, queremos que a selecção seja limpa da corja corrupta: Simão, Coentrão e Amorim FORA!!!

19 comentários:

tio disse...

muahahahah

maybe the best post ever.


A corja fora da selecção!

Ricardo disse...

O ódio e a inveja são tantos que o cérebro mirra.

Chamem o Humberto e digam-lhe que o Benfica é Bi no Basquetebol. Ah espera, não, que isso é um desporto que não interessa. Se o Sporting nem sequer tem...

Só contam os títulos em perdas de camisolas, em rennies engolidos e em especialistas em moda "à la Paulo Sérgio"...

low desert puke disse...

E que tal a corja fora d'O Banco da Mexicana, ò seus merdosos?

ana disse...

O quê? Também costumam vir aqui? o coentrão, o suinão e o amorim?... Fora!

Uma virtude o MHumberto teve: já vos pôs a dar importância às modalidades... não vos sabe bem toda e qualquer vitória? E que tal eu desatar para aqui a gozar, a dizer que isso não é nada? São títulos, senhores. São vitórias do clube de que se gosta. E sim, vibro com as vitórias do Sporting até no "roda bota fora"!

joemorales disse...

Troll da bola, até davas o rabinho e 2 bolachas para na tua colectividade teres o Amorim e o Coentrão.

ana disse...

Não, e o pior é que o Morales diz isto com a maior das convicções! Ele está mesmo a falar a sério! Deve dar o rabinho por muito pouco para se sair com tiradas destas...

low desert puke disse...

Ele é mais boquetes.

Dartacão disse...

Nem vou comentar a parvoice sobre os jogadores
Apenas um reparo,não sei quem te nomeou advogado de defesa do Brasil,mas caso querias,informa-te antes de vires mandar postas de pescada.
Em 66 não fomos nós que arrumámos o Pelé. Foi no jogo contra a Bulgária que se lesionou, porque ai sim levaram porrada à grande.
Em 62 no Chile também o Pelé quase não jogou e a culpa também foi nossa? Defendes a selecção e depois mandas vir? Pelo menos informa-te...mais uma ajuda...em 66,metade da equipa do Brasil estava fora de consumo, muitos nem achavam que deveriam ir,mas o recente governo brasileiro,para chamar a si um tal de orgulho nacional mandou levar os velhos herois das conquistas de 58 e 62.
Mas tu é que sabes. Se calhar os documentários que vês têm uma dublagem diferente

Ricardo disse...

Sim, Ana, os sportinguistas é que ligam para as modalidades...

Este é mais um daqueles mitos ridículos que eles próprios inventaram para justificarem o menor número de títulos no futebol em relação ao Benfica: "vocês têm mais? Ah mas... mas a gente liga para os outros desportos e vocês não!!!"

Há uma certa infantilidade, agora que penso nisto, na forma como os sportinguistas encaram o desporto, o futebol em particular e, claro, o Benfica. Há um certo sentimento de culpa de não serem povo, um peso que carregam de terem nascido da classe alta enquanto o Benfica brotou dos corações dos que menos tinham. E então, para fingirem que não querem saber disso, chamam nomes aos "pobretanas", aos "labregos", mas no fundo no fundo a maior parte deles abomina essa atitude pedante com que são e estão relacionados. Vivem num dilema: respeitar as origens ou assumirem que detestam toda aquela petulância imbecil que o clube sempre preservou. Como tenho pena.

E, já que se falou em basquetebol, ficam aqui os registos de Campeonatos Nacionais e Taças de Portugal, para que o mito não perdure:

Benfica - 22 CN; 18 TP
Porto - 10 CN; 13 TP
Sporting - 8 CN; 5 TP

Não tirem o cabelinho ridículo de cima dos olhos, não...

jocivalter disse...

O Abel Xavier não era costume ser lateral no Benfica.

Mas assim de repente lembro-me do vosso Campeão Menino de Ouro socar um árbitro, ou de um vosso eterno capitão socar o seleccionador nacional.

"Simão, que nunca fez nada pela selecção", então mas andam permanentemente a defender os produtos da vossa formação, e desses todos grandes produtos, cospem logo num que mais jogos fez ao serviço do vosso clube?
O argumento só funciona para o vosso lado?

Falhas (selectivas) de memória, a todo o nível...

ana disse...

bee gee, loooooooooooooool! Não te trates, não! não, bee gee, não: filósofo!

pitons na boca disse...

O autor do texto é tão estupido que diz que o Abel Xavier jogou a lateral esquerdo contra a França em 2000. Resta saber o que andaram a fazer Dimas nos 90 minutos do tempo regulamentar e o Rui Jorge no prolongamento.

Futebol não é para ti, panascão.

low desert puke disse...

Destas palavras escolha:

autor
texto
futebol
panascao

a unica que tem a ver directamente com o fuinha da bola.

E habilite-se a ganhar uma vuvuzela autografada pelo pròprio com um dos extremos meio acastanhada e meio malcheirosa.

Inscreva-se no site www.rennie.pt e seja um dos premiados.

benficaatemorrer disse...

palhaço...

Jocivalter disse...

qual Abel Xavier qual quê. Faysal! Respeito!

Mas lá está era um lateral esquerdo à Benfica, não sei é quem o colocou a jogar nessa posição, e mandou o Schwarz para o banco.

Anónimo disse...

O Maradona já jogava à bola no Mundial de 66 ????????

:) :)

Irrrra kiê burroooooooooo!!!!

Adolfo Dias

Laranja78 disse...

Realmente a dignidade e o profissionalismo ensinam-se na formação ...

Anónimo disse...

Ricardo,
só te tornas rídiculo ao falares de modalidades da forma que falas.De facto,só falas de uma...
Põe aí todas as outras para nos rir-mos um bocado.Fala também,e já que só falas do que ganhaste este ano,da época miserável do teu hóquei(com um orçamento senhorial),e da formação em todas as áreas.Ajudo-te já,até para não te repetires com o basquetebol,que foram campeões em iniciados no futebolParabéns!,a sério.Quanto ao resto,nada.E que interessante ver a superestrela do vosso judo na bancada a ver mais uma medalha a caminho do maior museu português.São super até na ignorância e arrogância.Quanto ao resto ,e às origens de cada um,tens que me demonstrar com o estudo que ,certamente fizeste sobre o carácter e qualidade das pessoas baseado nas suas origens.O mesmo se aplica à importância dada por cada um ao desporto que mais gosta.É arrogante e até falta de respeito para todos os apreciadores e praticantes de outras modalidades.O mundo não é só a preto e branco.
E que bom que seria sem meia dúzia de broncos que vêm para aqui destilar ódio e espalhar ignorância.

Laranja78:De facto,ensina-se,nem todos conseguem é apreender isso.Lógico,não?

Cumprimentos.

Anónimo disse...

Se quiserem falar ao menos façam-no informados:

http://www.centenariosporting.com/index.php?content=1577


Não venham aqui armados em vaidosos!

O Sporting não é um clube de bairro é um clube de Portugal!!!


Moreno

Pesquisa personalizada