segunda-feira, 19 de julho de 2010

Necessitamos dum Simplex no Sporting

Mas não há nada que seja simples no meu clube?

Até a atribuição da braçadeira é complicada??

****

Anderson Polga foi esta noite anunciado em Alvalade como capitão de equipa do Sporting. No final do jogo, no entanto, Paulo Sérgio fez questão de explicar que as coisas, afinal, não são bem assim...

«Foi anunciado que o capitão é o Anderson Polga, mas foi um exagero do speaker de serviço. O Polga não é o capitão, é um dos capitães», explicou Paulo Sérgio depois do jogo com o Lyon.

O treinador dos leões lembrou que Daniel «Carriço já envergou a braçadeira de capitão, tal como o Tonel e o próprio Polga». O defesa brasileiro apresentado pelo speaker como capitão, aliás, nem começou o jogo em campo. «Hoje foi o Pedro Mendes capitão e no futuro estou certo que mais um ou dois jogadores vão ser capitães de equipa. Esse é um pormenor que não me faz confusão», disse.

4 comentários:

Tiago bedas disse...

a questão do capitão de equipa é uma falsa questão empolada pelos pasquins para criar confusão e incerteza nos adeptos.
se não fosse assim era um assunto falado para todos os clubes, não só o Sporting.

mais uma tempestade num copo de água.

low desert puke disse...

De facto, meter o Pedro Mendes a capitao, um homem com anos e anos de sporting nao é uma tentativa confusa de resolver o que quer que seja. E a culpa é somente dos pasquins.

Como diz o outro, um circo.

Tiago bedas disse...

um circo num copo de água

a culpa também é certamente de quem acredita nos pasquins e por isso duvida do seu sportinguismo.

Júri Faustino disse...

A questão é bem mais fácil de perceber do que isso.
O Sporting foi criticado por ter vendido o capitão ao rival Porto.
Em circunstâncias normais, era tempo de escolher um novo capitão. Mas o Sporting não sabe quem é que fica no clube. Os que estão há muito tempo são uma merda, e estão para ser corridos. Os novos não podem ser capitães e se puderem também se vão embora.
Ficaram sem solução, mas perceberam que não podiam escolher um novo capitão e depois vendê-lo 1mês depois.
Vai daí, optaram por esta parvoíce do capitão em "part-time".
Ainda se arriscam a colocar o Moutinho na história como o último capitão "full time" do Sporting. Isso é que era rir!

Pesquisa personalizada