quarta-feira, 15 de setembro de 2010

O comunicado

Caro JEB & Cia. tenho uma proposta para vos fazer.

Tenho verificado que o Sr. e os seus pares são completamente ineptos no que à emissão de comunicados diz respeito (entre muitas outras coisas, claro). Por este motivo, venho oferecer os meus serviços para me ocupar na integra desta assunto, cobrando muito pouco por isso. Vá, 100 euricos por comunicado!

Assim e caso aceitem a proposta, eu trataria de emitir qualquer comunicado que fosse necessário, cabendo-me a mim a responsabilidade na decisão da sua pertinência e consequente emissão, assim como a sua forma e conteúdo. Ofereço-me ainda para tomar a iniciativa de os produzir sem que tenham V. Excias. necessidade de se preocupar com o assunto, garantindo-vos sob palavra de honra que não me vou pôr para aqui a escrever comunicados, só para sacar 100€ por dia. Afinal de contas ainda há quem sirva o Sporting por amor ao dinheiro e com espírito de missão financeira.

Para demonstrar a minha boa fé, aqui vai o primeiro comunicado, livre de encargos, que servirá para vossa avaliação. É assim tipo um test-drive.

Comunicado

Os factos recentes, que durante esta semana agitaram o futebol português, que levaram à tomada de medidas por parte do nosso próximo adversário na Liga Zon Sagres e essas próprias medidas, levaram o Sporting Clube de Portugal a deliberar o seguinte:

1. Consideramos que a arbitragem do jogo Vitória de Guimarães - S.L. Benfica, foi de muito má qualidade, com prejuízo objectivo do clube lisboeta.
2. Compreendemos, até porque vezes de mais também o Sporting "sofreu na pele", os efeitos que uma má arbitragem pode ter nas ambições e moral de uma equipa profissional de futebol.
3. No caso concreto do árbitro em questão, o Sr. Olegário Benquerença, mais que nos surpreender a sua prestação na referida partida, surpreende-nos o facto de este ser há anos internacional e agora o "árbitro de elite" do futebol português. Estes fracos desempenhos não são de agora e tememos que se vão repetir no futuro, com resultados nefastos para o futebol português.
4. Registamos com agrado que o S.L. Benfica tenha, num dos pontos do comunicado que emitiu na 2ª feira passada, mostrado preocupação com a nota e classificação do árbitro.
5. É no nosso entender este o cerne da questão e enquanto o sistema de avaliação dos árbitros não for claro, transparente e justo e que os seus resultados não reflictam a real prestação dos árbitros os problemas e suspeições ligados aos erros dos árbitros irão continuar a aparecer.
6. No mais repudiamos a tomada de posição do S. L. Benfica, em concreto as medidas que decidiram implementar ou que estão em equação, nomeadamente:
6.1. Apelo aos sócios e adeptos para que não compareçam aos jogos fora do estádio da Luz. Começando esta medida por em nada, directa ou indirectamente, contribuir para a verdade desportiva, soa a chantagem e ameaça, não podendo um clube com os princípios e valores que tem o Sporting Clube de Portugal aceitar ou compactuar pelo silêncio com tal facto.
6.2. Ameaça de não participar na Taça da Liga. Uma vez mais não entendemos como tal pode contribuir para a verdade desportiva.
No mais, entendemos que a tomada de posição que o clube teve face às notícias que surgiram a público que esta medida poderia acarretar numa suspensão até 5 anos das competições profissionais, alegando um aspecto técnico sobre a forma como as competições estão registas, configura um acto de "chico-espertismo", semelhante aquele que o próprio S. L. Benfica acusou recentemente o Conselho de Justiça da FPF no caso disciplinar em que se viram envolvidos os jogadores Hulk e Sapunaru.
7. Consideramos ainda que as restantes medidas tomadas em nada contribuem para uma maior transparência no futebol português ou para arbitragens de melhor qualidade.
8. Tendo estes factos em consideração, julgamos que a tomada de posição dos órgãos sociais do S.L. Benfica, teve por fim apenas 2 objectivos:
a) desviar as atenções do péssimo início de temporada que a equipa está a ter, principalmente depois do sucesso que teve na época passada e dos avultados investimentos que efectuou
b) condicionar as próximas arbitragens, nomeadamente a do jogo do próximo domingo, precisamente entre Benfica e Sporting.
9. Se o primeiro desses objectivos não nos diz respeito, já em relação ao segundo não podemos, obviamente ficar indiferentes, nem deixar passar toda esta situação em claro.
10. Pretendemos uma arbitragem isenta e um bom espectáculo de futebol.
11. Não iremos aceitar que a arbitragem, para compensar os erros do Sr. Benquerença, seja tendenciosa e que prejudique o Sporting.
12. Estaremos pois, de sobre-aviso e com uma atenção redobrada a este aspecto do jogo e estaremos na disposição de tomar todas as medidas para que na eventualidade de uma má arbitragem, o juiz da partida seja devidamente "punido", conforme o ponto 5 deste comunicado.
13. Cabe-nos ainda transmitir que as declarações do presidente da mesa da assembleia geral da SAD do Sporting sobre este tema, foram ponderadas e são coerentes com o teor deste comunicado. Não foram portanto precipitadas ou fruto de uma leitura errada da tomada de posição do S.L. Benfica.
14. Deste modo, informamos ainda que essa mesmas declarações se mantém na integra e que não é quem quer, que vem dizer o que o presidente da mesa da assembleia geral do Sporting pensa.

O Sporting Clube de Portugal

9 comentários:

Valdemar disse...

Por mim estavas contratado, repórter.

Menos maçãs podres e mais tomates! É assim mesmo.

Abraço.

Costureirinha Maravilha disse...

CLAP CLAP CLAP!

Repórter H contratado! Onde é que se assina? =)

low desert puke disse...

Lol, completamente ineptos.
RepórterH és o meu herói. Nunca na vida havia lido tal coisa lol.

MM disse...

Repórter é assim mesmo. Custava alguma coisa ao presidente do Sporting CP ter encomendado o serviço?
Não se percebe(m) os porquê(s).

Mas percebe-se o ressabiamento do desocupado (http://ocacifodopaulinho.wordpress.com/2010/09/15/voltamos-a-repetir-dava-mesmo-jeito-desmentirem-esta-merda/#comments), isso percebe-se sempre.
A incapacidade quando é auto-percebida resulta muitas vezes nisto ... um misto de frustração, não ter nada para dizer, mas um desejo sempre imenso de intervir (aqui, ali, acolá, e sempre em fóruns ou mensagens dedicadas ao Sporting Clube de Portugal).
Carreguem essa fascinação pelo Sporting. É para isso mesmo que por cá andamos.

pitons na boca disse...

Basicamente, serias um João Malheiro do Sporting. :D

Não concordo com todos os pontos, mas compreendo que se revejam neles. Há pontos que são do "forno" interno benfiquista, aos quais não cabe a direcção do Sporting tomar uma posição oficial, apesar de terem a sua opinião.

Valdemar disse...

pitons,

é um facto que o Sporting não deve imiscuir-se no forno interno do Benfica.

Mas não pode deixar de tomar posições no que tenha a ver, ainda que remotamente, com interesses do Sporting.

Além disso, a comunicação do clube deve ser dirigida não só, a outros clubes, mas também, e talvez tão ou mais importante, à própria massa adepta. É tão mais forte a posição tomada pelo clube, quanto hajam vozes consonantes dentro do próprio clube, respeitando no entanto, quem tem opinião divergente da oficial.

Senão, corre-se o risco de julgar que o Sporting tem lá uns bananas na direcção que são uns moles, e se deixam papar por qualquer Rui Alves deste futebol nacional.

Por falar nisso, parece que o Domingos se deixou apaixonar pela própria lenda, foi lá jogar de peito feito e acordou para a realidade, não?

(a palavra de verificação é "modesi": M.E.D.O.!)

jürgen disse...

daqui a 2 anos e 8 meses lá estarei a apoiar-te!

Valdemar disse...

Jurgen,

há algumas hipóteses de o JEB permanecer no cargo, basta que alguns factos ocorram nestes 2 anos e trocos.

- Ganhar a UEFA.

- Ser campeão nacional.

- A alternativa ser a mesma que havia nestas últimas eleições.

low desert puke disse...

"A incapacidade quando é auto-percebida resulta muitas vezes nisto ... um misto de frustração, não ter nada para dizer, mas um desejo sempre imenso de intervir"

Nao sei se te descreveste a ti mesmo ou ao JEB, mas um dos dois é isso na perfeiçao.

Pesquisa personalizada