sábado, 21 de junho de 2008

Cebola no FC Porto


Foto: BnR B (tirada sem pedir licença)
Parece que picar (o) cebola faz chorar (os lampiões).
Saiu este e o Rui Costa, entrou o Yebda e parece que vêm aí dois gajos do Huelva. Estão a ver se não se apuram sequer para a Intertoto? Ou é alguma táctica especial de gestão desportiva que o Maestro aprendeu em Itália e que é novidade para o resto do mundo?
2008/09 promete ali para as bandas do Colombo!

2 comentários:

Sherlock Gomes disse...

"O Benfica teve tudo acertado para ficar com Cristian Rodrigues, mas o negócio abortou quando o representante do jogador, o empresário Daniel Ramón Delgado, pediu aos dirigentes do clube da Luz que depositassem parte do dinheiro da compra do passe na conta de uma empresa offshore. A outra parte iria parar a uma sociedade holandesa. Em causa estavam sete milhões de euros se os encarnadosoptassem por comprar 70 por cento do passe do futebolista ou dez milhões se o passe fosse comprado na totalidade.



Segundo apurou o Correio da Manhã, o clube da Luz não quis pactuar com 'pagamentos suspeitos'. 'Além disso, o regulamento de transferências da FIFA exige que os direitos desportivos dos jogadores sejam titulados por clubes ou sociedades desportivas, o que não era o caso de Rodriguez', adiantou uma das fontes, frisando que os encarnados recusaram igualmente entrar 'num esquema' cujos contornos legais 'não eram claros', de acordo com a Lei 25 de 2008, que visa combater o branqueamento de capitais: 'Não se pode pagar montantes na ordem de sete ou dez milhões a offshores cuja identidade dos proprietários é desconhecida.'

O nosso jornal soube ainda que Rodriguez, dado como certo no FC Porto por um jornal desportivo, tinha concordado assinar por três temporadas, a ganhar um milhão de euros limpos por ano. 'Mais tarde exigiu 1,7 milhões de euros livres de impostos', adiantou outra das fontes contactadas pelo CM.

O passe de Rodriguez pertence ao empresário uruguaio Paco Casal, que não pode sair do seu país devido a problemas com o Fisco. As negociações com o Benfica foram sempre conduzidas por um dos seus representantes: Daniel Ramón Delgado, que ontem não atendeu o telemóvel."

Mestre Mikas disse...

Talvez ainda venha a valer a pena a ida deste cromo para o FCP!!!
Oxalá a ida lhes cause prejuízos e lhes traga tantos sucessos quanto a do Sucata croata!!!

Pesquisa personalizada