quarta-feira, 19 de agosto de 2009

A injustiça do amarelo a Vukcevic

Esta Lei que obriga a admoestar com a cartolina amarela os jogadores que tiram a camisola quando marcaram um golito é uma parvoíce.
Sou defensor acérrimo que o cartão a mostrar deveria ser vermelho. Directo e sem hesitações.
Mas que raio de comemorações são estas? Quem é que fica tão eufórico que só lhe apetece ficar de costados ao léu???
É estupido, e qualquer dia temos o Cardozo a expor as unhas do pezinho esquerdo ou o Djaló a exibir as cuecas da gama Floribella.
Há mais alguma profissão em que isso aconteça? Ou desporto?
Iremos ver a Manuela Ferreira Leite a fazer um strip se ganhar as legislativas? Ou o Zé Adérito a tirar a camisola de alças quando acerta no Preço Certo? Ou a Simona Halep a despir a t-shirt quando fizer um ás?? huummm...
Vá, deixem-se de parvejar e joguem à bola, com o equipamentozinho todo vestido que ainda se constipam.

3 comentários:

Ricardo disse...

A lei é aberrante. Um gajo não pode libertar a alegria de marcar um golo? Só falta proibirem os adeptos de se levantarem quando a sua equipa marcar golo. É uma aberração a regra.

Mas um gajo que tem amarelo e faz aquilo é pior que aberrante: é burro.

low desert puke disse...

O rapaz apenas mostrou que aprendeu a poupar.

Saber que se tem um cartao amarelo, num dos jogos mais importantes da temporada, contra uma equipa que sendo italiana sabe defender como poucos..e comemorar um golo daquela maneira nao è ser burro.

è ser poupadinho, assim o JEB gasta menos nos bilhetes de aviao para Florença.

Bengas disse...

Uma das poucas vezes em que concordo 100% com as palavras do Ricardo...

Pesquisa personalizada