domingo, 6 de setembro de 2009

Então falamos de quê?

O (por enquanto ainda) seleccionador português, na sequência do empate na Dinamarca, resultado que deixa Portugal quase, quase, quase fora do Mundial, foi à conferência de imprensa e quando questionado o porquê de uma determinada opção técnica que tomou durante a partida, deu como resposta "Não acho que se deva discutir táctica entre treinadores e jornalistas".

Também acho, Sr. Professor! Acho que entre treinadores e jornalistas, a seguir a um jogo se deve discutir tudo menos tácticas.

E para evitar que os parvos dos jornalistas continuem a fazer perguntas sobre questões tácticas, aqui vai a minha sugestão (considerem isto a contribuição d'O Banco para a campanha que Portugal está a realizar nesta fase de apuramento) de perguntas que se deviam fazer ao Carlos Queirós após o jogo com a Hungria:
  • Sr. Professor, que máquina de barbear usa, para se apresentar sempre tão bem escanhoad0?
  • Sr. Professor, era mais difícil fazer-se entender no balneáreo do Manchester, com tantas nacionalidades diferentes, ou no da selecção onde para lá caminhamos?
  • Sr. Professor, esta pergunta é boa?
  • Sr. Professor, o que acha das mamas da Lucy?
  • Sr. Professor, onde pensa ver os jogos do Mundial?
Acham a contribuição d'O Banco uma merda? Deixem lá, a campanha também o está a ser.

2 comentários:

joemorales disse...

Felizmente não perdi o meu tempo a ver a Selecrete, ou a Escreção, como preferirem, mas será que alguém ainda acredita no Sr Professor e na hipótese de estarmos lá por África em 2010? Fica cá tudo a ver os outros na tv, voltamos, segundo as crónicas, às vitórias morais...

tio disse...

é lindo!!!

portugal tem o que merece!

Pesquisa personalizada