quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Aprender com quem sabe





Estamos sempre a aprender e, como tal, devemos todos querer aprender com os melhores.


Como sabemos, aquela instituição lá do Norte, gosta de contornar as coisas, gosta de manobras de diversão (além daquela que já oferece aos senhores do apito), gosta de cuspir para o ar a ver se acerta em alguém, enfim...já sabemos como é, mas nunca convém esquecer que eles não dormem e quando menos se espera...pimba!!


Ora bem, uma equipa que vai à frente, que ganha a torto e a direito, que já leva uma vantagem bem assinável, escusava de entrar em tão ridículos episódios como aquele que se passou em Guimarães. Mas havia necessidade? Ah pois, aí é que reside a questão, havia e não é pouco.


Ora vamos a factos, a equipa, de facto, vai em primeiro, mas ao contrário de outras épocas em que tal era incontestável, devido à superioridade que a equipa mostrava em campo, este ano não é bem assim. Vai ganhando mas sem brilho e com muitas manchas...bastantes até. Não querendo andar a discutir ao pormenor os erros que já os beneficiaram, poderá dizer-se que já tiveram ajuda mais que bastante e que somando aos tiros nos pés dos adversários, lhes dá a tal liderança destacada.


Pois muito bem, o Marítimo, que ousou fazer frente ao Porto no caso Kleber, está onde está..., mas mesmo assim para abafar o caso, tomem lá o rapaz até final da temporada. Lição n.1.


O Benfica queixa-se de arbitragens? Pois bem, o Porto teve de fazer o mesmo, mesmo que sem razão. Com isto pretendem colocar-se ao mesmo nível e já conseguem usar a desculpa que também foram prejudicados. Fizeram o barulho que fizeram, usando a máxima que, uma mentira dita muitas vezes passa a ser verdade. E ainda pedem jarra para o Xistra...que grande lata e com isto passam a vitimas, conseguindo mesmo convencer os seus adeptos que a cabala está em marcha. Lição n.2


Mas esta lição n.2 também serviu para outra manobra de diversão. Numa semana em que apareceram novas escutas, era imperioso virar as atenções para outro lado. E realmente tudo isto foi conseguido. Foi tipo um 2 em 1 , fala-se de arbitragem, ataca-se a torto e a direito, e as pessoas esquecem as escutas. Genial senhor presidente !! Genial !!


Ah! Mas não esquecer o Bobby e o Tareco , que tiveram prestações brilhantes. A instituição a isso obriga. Sacrificam-se, momentaneamente, em prol de uma causa maior: Ganhar (sem se ligar a como)


6 comentários:

Repórter H disse...

Este Rui Moreira, também é um belo c**inhas! Sair de fininho no meio do programa. Bela m****. Desde o velho Alfredo Farinha a quase ter uma síncope e a mandar com a esferográfica para o meio do chão do estúdio, à conta do Manuel Serrão, que não se vê um comentador verdadeiramente indignado.

Este é apenas um caso de um comentador selectivo.

tio disse...

fodasse mas que querias que o gajo fizesse dps de ouvir aquele merdas do cineasta de meia tigela??

low desert puke disse...

Foi pelo merdas que ouviu ou foi pelas merdas que ouviu?

Ricardo disse...

Este tio é uma personagem.

f tavares disse...

O senhor Bengalhadas devia antes de disparatar ler por exemplo este blogue:
http://maisportista.blogspot.com/

Depois tenha a hombridade de escrever que o Porto não foi prejudicado no Guimarães!

Dartacão disse...

Ponto 1: O sôr Bengas é outro, mas deixe lá isso

A minha questão com este post não era dissecar a arbitragem de Guimarães, mas sim a necessidade do FC Porto arranjar estes esquemas para branquear outras coisas. Nem tão pouco critiquei, apenas disse para aprendemos com quem sabe. Se o senhor desejar continuar a discutir arbitragens, para mostrar que tem razão...pode falar sozinho. Claro que esses lances são muito bonitos, mas desculpe lá, depende da maneira como são vistos. Pego no exemplo do fora de jogo tirado ao Alvaro Pereira...é de facto mal tirado, mas daí a ser decisivo...o jogador estava na linha. Mas tudo bem, cada um vê as coisas como mais lhe convém. Lembra-se da IURD? Foram apanhados em vídeos onde gozam com os próprios crentes... lá conseguiram dar a volta e os crentes continuam a ser fiéis devotos, mesmo quando as circunstâncias indicam o contrário.
Com os adeptos do Porto é o mesmo, as evidências estão lá mas vocês olham para o outro lado. Se o senhor gosta de ganhar assim...força, mas depois não se queixe do país onde está e onde a corrupção abunda.

Pesquisa personalizada