quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Mais uns

Depois do Joaquim "estou de roupão" Oliveira, agora são os árbitros, que tanto têm contribuido para a verdade desportiva neste país, a ajudarem a causa do Luís Filipe Vieira, de afastar os benfiquistas dos estádios, que é como se sabe a melhor medida para repôr a verdade desportiva do Benfica.

15 comentários:

Ricardo disse...

"Se o árbitro não comparecer aos jogos, Luís Guilherme lembra, em declarações à Lusa, que «estes terão de ser encontrados na assistência, ou seja, de acordo com os dois delegados ao jogo, serão escolhidos três espectadores para dirigir os encontros, sejam estes árbitros ou não». Trata-se de um «procedimento banal ao nível dos distritais e acontece todos os domingos em dezenas de encontros»." MaisFutebol

Ora aqui está a fórmula de acabarmos com a corrupção e repormos a verdade desportiva sem ter de pedir aos adeptos que não vão apoiar a sua equipa: evitar que haja árbitros no recinto desportivo! Sem eles, qualquer um pode ir para lá. Erro por erro, pelo menos seriam aleatórios e consoante o clube do herói escolhido para arbitrar.

Isto bem feito dava benefício para todos e prejuízo para todos em doses praticamente iguais.

Agora só falta a greve dos treinadores, para serem os adeptos a fazerem as convocatórias...

Jedi Master Atomic disse...

Espero mesmo que não aconteça o que o Ricardo diz, senão é a anarquia total.

Vão mas é contratar arbitros a outra liga ou então adiem os jogos para outra altura.

Quim Berto disse...

Ricardo,

Eu, sportinguista ferrenho, reconheço que de longe o Benfica é o clube que mais pessoas leva aos estadios logo a probabilidade do árbitro ser do Benfica é bem superior!

Eh eh eh! Sei que não disseste com essa intenção, eu apenas tou a brincar!

low desert puke disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
low desert puke disse...

Mas quando o bruno alves jogava em Portugal nao era o chefe da claque dos super-dragoes que apitava os jogos do porto? A identificaçao com a violencia era tanta que eu jurava que sim...

Ricardo disse...

É verdade, Quim, mas não te esqueças que 90 por cento dos benfiquistas estarão bezanos, logo incapazes de arbitrar um jogo. Portanto, ficam todos em pé de igualdade!

ana disse...

permitam-me que discorde: esta medida só vai contrariar o pedido do orelhas. vai haver enchente, e vai estar tudo de bracinho no ar quando se chegar à parte de escolher três elementos da assistência para apitarem a coisa. E uma vez lá dentro está-se mesmo a antever a verdade desportiva do resultado final do jogo, não está?

pitons na boca disse...

O jogo é nas Antas, e o Benfica só pediu 2000 e tal bilhetes portanto, se toda a gente vai estar de bracinho no ar, adivinha lá qual a probabilidade de ser de uma cor ou de outra. :)

Quim Berto disse...

Ricardo,

Ah ah ah ah! Epa mesmo que estivesses a tentar ser sarcástico tiveste piada.

Ana,

Tirando Alvalade e nas Antas a cor deveria ser sempre a mesma, temos que reconhecer que arrastam multidões.

Pitons na boca,

Tenho família no Porto e não sabes a quantidade de befiquistas que existem. Ficavas surpreendido.

Puke,

Não querendo desconversar não te apetece comentar o seguinte link?

http://www.record.xl.pt/fora_campo/interior.aspx?content_id=470514

É que desapareceu tão depressa do destaque do Record que foi difícil encontra-lo novamente.

Ricardo disse...

Não é sarcasmo, Quim, é a mais pura das verdades.

Quanto ao facto de existirem muitos benfiquistas no Porto, isso não é surpresa para ninguém, aliás, hás mais benfiquistas que portistas no Porto. A questão que o Pitons coloca é a de que no Estádio obviamente irão estar muitos mais portistas.

Ou achas possível ir com um cachecol do Benfica para o meio daqueles animais em fúria?

ana disse...

mas eu não disse para que lado iria pender a verdade desportiva... até podem lá ir uns quantos sportinguistas, bracarenses, vimaranenses e tratarem a coisa de modo a que dê empate!

low desert puke disse...

Os bracarenses principalmente sabem o que é a verdade desportiva. E uns gajos do Boavista jà agora, nao?

Quim Berto disse...

Ana

Bem visto! A minha alembradura não me permite chegar a esse ponto ;)

Ricardo,

Não é só no Dragão. Um pequeno episódio aqui relatado por mim.

Benfica - Sporting
Fevereiro ou Janeiro de 2000, não me recordo. Aqui o menino pediu a um "amigo" Benfiquista que me arranjasse bilhetes (3) para ir ver o jogo. Equipados a rigor lá seguimos para a Luz. Cachecol, camisa (tinha uma do Vidigal que ainda hoje conservo) entre outros acessórios. à medida que nos iamos aproximando do local dos bilhetes, cadavez mais olhos postos em nós com caras de poucos amigos, encontrões e ameaças, até que chegámos ao local. Por cima dos NN. Resultado, tive que ver o jogo em tronco nu, o cachecol nem me lembro onde foi parar e ainda acabei com um olho negro.
Empate 0-0 com um golo anulado (e bem refira-se) ao Acosta que tive a triste ideia de celebrar... E mesmo assim acho que tive sorte.

Ma também sei que vice versa e o resultado seria igual!

Ricardo disse...

Quim,

Claro que não é só no Dragão, mas é mais no Dragão, é sempre no Dragão. O que quis dizer é que, com o ambiente criado por esse imbecil do Pinto ao longo dos anos, a maior parte dos portistas detesta, odeia, espuma da boca sempre que vê um benfiquista e isso reflecte-se depois na (im)possibilidade de ir ver jogos ao Dragão, que não sejam ir entre benfiquistas.

Das minhas várias idas a Alvalade ao longo dos tempos, podia contar-te histórias dessas que contas às carradas, mas também muitas vezes aconteceu-me não ter qualquer problema. Como vejo, no Benfica-Sporting, muitos sportinguistas tranquilamente entre os benfiquistas, por todo o estádio. E mesmo portistas também. Uma vez levei um amigo meu portista à Luz e não teve qualquer problema. Duvido que isso acontecesse no Dragão. Mas pode ser uma impressão errada.

Quim Berto disse...

Concordo contigo... Acho que muito desse ódio é influenciado pelo PC.

Pesquisa personalizada