segunda-feira, 23 de março de 2009

Taça de Liga - o outro lado

Depois da epopeia para arranjar os bilhetes, e depois do 1.º palerma, chamemos-lhe "Hélder", ter chegado ao meu monte, abalamos para o Algarve, onde o Pé em Riste, enquanto esperava por nós, entretinha-se a galar as meninas da Zara.
Lá chegados tomamos rumo à Taberna da Maré, onde o Chico Fonseca e outros 2 palermas, chamemos-lhes "estalajadeiro e careca do car$%lho" já esperavam por nós, acompanhados por 3 loiras, pão e manteiga. Venham umas ameijoas, arroz de lingueirão, lulinhas e açorda de gambas que a fome aperta. Ah, e mais umas loiras.
A noite estava feita, e depois de 4 horas a falar de bola, decidimos ir descansar que o dia seguinte prometia ser longo.
Sábado, depois do pequeno almoço tomado e d'A Bola lida, demos as boas vindas ao Zizu, Padrino Visconti, Reporter H e o último dos palermas, ao qual podemos chamar o "da camisola".
Vamos lá então almoçar a Olhão que o Padrini conhece para aquelas bandas um tasco barato e bom para comer peixinho.
Muito tempo, quilómetros e fomeca depois, chegamos à conclusão que o restaurante do Padrini era como os ordenados do Estrela: uma ilusão.
Foi mesmo em Olhão, ali como quem vai da sexshop para Faro que atacamos um belo repasto, conforme se comprova pelo retrato

Faltavam menos de 4 horas para o jogo e ainda tínhamos tempo para ir a uma das atracções algarvias: O Alaska. Excelente bar, óptima frequência, bem localizado era o sitio ideal para matar a sede e jogar uma cartada. Era só ficarmos abstraidos das barracas lá ao fundo, do pessoal do boné e de cabelo com esteirinha, e da dona de avental. E assim foi.
Seis e pouco, ala que se faz tarde, 'bora para o estádio. Não se vende cerveja com alcool nas redondezas. Choramos um bocadinho e continuamos. Fila para entrar. O repórter da RTP vem ter connosco e pergunta ao seu congénere d'O Banco de onde éramos e do que tínhamos vindo a falar no caminho. "Miúdas", ironiza o Repórter H, enquanto suspirava para ser revistado pelo segurança calmeirão metros mais à frente.
"Suazo, Nuno Gomes ou Cardozo?", pergunta-me o entrevistador...mas foi-se embora antes que eu pudesse dizer "Lucílio".
Dentro do Estádio estava tudo a correr bem. Fica um abraço d'O Banco ao espanhol assinalado na foto, mais irrequieto que o Reyes e mais parvo que o Quique.

Intervalo. Não há cerveja. Há meninas da Carlsberg. Começa a segunda parte. Limpamos a baba e toca a sentar.
Ate que Lucílio Artista entrou em campo. Logo quando foi assinalado o penalti, o homenzinho calvo com ar de bate-chapas que estava à minha frente, tomou-me como alvo e vociferou grunhidos tanto ameaçadores como incompreensíveis. O Padrini Visconti tomou como alvo o "careca do car$%lho" e atirou-lhe meia dúzia de alarvidades cabeludas seguido dum isqueiro direccionado sabe-se lá a quem. E o raio do espanhol que não estava quieto.
Penalti, golo. Penaltis, golo, falhou, falhou, golo, golo, falhou, falhou, golo, falhou, golo. É nossa!!!...'bora comer!
Chegados a Faro (metade de nós, a outra metade ficou a ver 3 GNRs coçarem os tomates durante uma hora e meia, até conseguirem sair da zona do Estádio) tentamos encontrar um sitio para jantar às 23 horas. "um sitio patusco ali na zona do Hotel Eva" diz Padrini. Depois de muitas voltas lá fomos ao sitio patusco onde o patusco do dono gentilmente nos convidou para sair, informando-nos de que "não servia bitoques".
Restaurante "Republica" ali ao pé do MacDonalds. 5 pontapés-no-cu no "Guia d'O Banco da Mexicana"
Com o Chico Fonseca em lágrimas por ter sido injustiçado pela 2.ª vez na mesma noite, decidimos tomar a direcção de Vilamoura onde conseguimos devorar umas pizzas à uma da manhã. Soube bem, mas era a peça que nos faltava para o KO e para nos arrastarmos até aos carros e até casa. Cachecol do Glorioso ao vento no carro do Chico Fonseca trombudo e lá vamos nós.
Depois da casa toda assistir assustada a um despique entre o Padrini e o palerma "da camisola", respectivamente Rochemback e Pedro Silva dos roncos, e do Reporter H acordar a meio da noite a gritar "foi com o peito", chegou Domingo.
Fazer malas, lavar o trombil, "claro que foi penalti", "não podia ter visto", arrumar as garrafas de cerveja vazias, "lucilio do car%&ho...e tu também, careca", tudo prás viaturas e siga para Albufeira, comer uns peixinhos.
Peixinhos comidos, sobremesas devoradas (2 pró Padrini que estava fraquinho), abraços, boa viagem e lá para Agosto estamos em Vila Real de Santo António.
Foi mais ou menos isto, não foi?

8 comentários:

Helder disse...

Bela reportagem!ja pareces o Nuno Luz.faltou a menina do rancho folclórico!!!e é pena que não haja uma descrição dos odores e sons estranhos emitidos durante a odisseia.

ass:o 1º palerma

Repórter H disse...

Já estou um bocadinhichinhinhinho mais bem disposto!

jürgen disse...

excelente reportagem caneleiras

so tenho pena é q o zizu ainda tenha conseguido dormir 2h... o meu objectivo, depois da roubalheira q assisti, era q ele e todos os lampioes daquela casa ficassem a noite toda em claro...

ass. o palerma "da camisola"

Zizu disse...

Excelente reportagem, só falta a foto do "Alaska"....

Bengas disse...

Eheheh... não fosse o FDP do SLB (Sr. Lucílio Baptista) e deve ter sido um óptimo fds, que lamento ter perdido. Mas contrariamente ao concerto dos Nirvana em 1994, desta vez tive sucesso no exame.
Só não entendo é que como é que quase 20 anos depois ainda há quem acredite no "tasco barato e bom para comer peixinho" e no "um sitio patusco ali na zona do Hotel Eva" do Padrini! :) Que anjinhos!!!

Padrino Visconti disse...

Vai pó caralho ó careca tás a gostar? - (um dia ainda é para ti tb, ó bengas, com todos os quimicos que levaste no cabelo durante a adolescência, por isso não te estiques).

Foi assim mesmo Joni...pena é deturparem os factos e não a verdade...não chegámos ao "tasco barato" e que é mesmo muita bom e barato...e o restaurante patusco não é para qualquer labrego...como os que foram eram lampiões na sua maioria, o homem pô-los a andar! Ainda por cima 1 deles era o cabrão do careca!

pitons na boca disse...

Chegam ao "Republica" à hora de fechar a cozinha e querem ser atendidos? LOL

Crentes!
PAra isso mais valia irem ao Mac ou ao Papa24 comer em pratos de plastico. hehehe

Sobre o "tasco barato" para comer peixe, confirmo: existe sim. Alia´s, existe mais que um. Há pelo menos o Tintol e outro logo a seguir que não me lembro o nome (só lá fui uma vez). Não são é em Olhão, são entre Faro e Olhão.

Padrino Visconti disse...

Sim, tem nome de gajo, tipo Américo ou algo assim....quem vem de olhão para faro, do lado direito, depois do LIDL e antes do cruzamento para pechao

Pesquisa personalizada