quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Portugal

Queiroz e Portugal
Portugal perdeu portanto cabe fazer um comentário crítico. Queiroz que para alguém que tem formação em psicologia tem problemas de educação e humildade, levou uma lição desta no estádio da instituição a quem fez questão de cuspir no prato em que comeu, e onde também tinha embirrado com o melhor médio que me lembro de cá ver jogar: Balakov.
Defesa
Corrigiu Antunes e Carlos Martins por Paulo Ferreira e Maniche. Paulo Ferreira cumpriu e fez inclusive um passe que deu origem ao primeiro golo. Quim enfardou num estádio onde é habitual fazê-lo. De antologia o frango que deu no segundo golo. Venha o diabo e escolha um guarda-redes para representar as cores nacionais. Bosingwa foi todo partido no terceiro golo, mas é o menos mau que temos, para o melhor e para o pior.
Meio-campo
Já Maniche não se viu, assim como Raúl Meireles pouco se viu (fez um corte que ia dando auto-golo e reclamou num lance em que os dinamarqueses entraram que nem faca por manteiga). O que explica porque foi o jogo tão aberto e os dinamarqueses subiam facilmente até à área portuguesa, e flectiam facilmente das alas para o meio. Não chamem mais o Gordiche por favor. Simão começou um de quatro falhanços em crescendo. Danny entrou e participou na festa falhada.
Avançados
Hugo Almeida fez duas assistências, portanto justificou o seu lugar. Já Nuno Gomes entrou para o falhanço da noite. Há de vir alguém dizer que jogou positivamente porque o penalty assinalado foi sobre ele.

8 comentários:

Bengas disse...

Considero o Queiroz a melhor opção para substituir Scolari, pelo que a minha opinião é isenta. Penso que a derrota de hoje não se justifica por erros tácticos, mas sim por uma falta de atitude, concentração e garra que Scolari incutia na nossa selecção como nunca visto antes. A excepção (e apenas na concentração) foi mesmo a eliminação pela Alemanha no Euro2008.
Quanto temos um guarda-redes cuja titularidade é exigida por mais de metade do país que falha clamorosamente no primeiro jogo a sério, quando falhamos golos de todas as maneiras e feitios, desperdiçamos uma vantagem duas vezes e voltamos a hipotecar os apuramentos a fazer contas de cabeça eu pergunto: "E o burro sou eu?"

PS: o "grande" Pepe lá teve o "azar" de estar em mais um golo sofrido! Divide as culpas do 2.º golo com o Sr. Joaquim (ainda que com muito menos culpa que este)

Caneleiras de cortiça disse...

Portugal padeceu ontem do mesmo mal que o seu Mister: Excesso de caganice. Mal já evidenciado por muitas vezes pelos sub-21. Somos os maiores, somos o Brasil da Europa, trocamos a bola que é uma delícia, e os outros têm mais que deixar jogar e bater palmas.
O Quim falhou onde falhava o Ricardo, e onde não costuma falhar: saída aos papéis num cruzamento. Exige-se mais do melhor guarda-redes português, como se exige mais dos avançados e médios que falham golos em barda.
Não se exige mais ao Nuno Gomes, que em pouco tempo fez um remate muito perigoso e teria marcado se não tivesse sofrido um brutal empurrão na área. À beira da excelencia, portanto.
Última palavra para o Rádio Clube Portugês, que mesmo depois das férias continua inigualável. No bocadinho que ouvi ontem, de antevisão ao jogo, o jornalista lá disse que Paulo Ferreira ía entrar para o lugar do...Asdrubal.

tio disse...

ao mesmo tempo deu me vontade de rir..
só de imaginar a cara de estupidos daqueles filosofos de merda que viviam criticando o Scolari.

como diz Bengas e bem... e o burro sou eu?!

Caneleiras de cortiça disse...

Nem 8, nem 80. Os que hoje são pró-Scolari, são os "filosofos" que agora criticam o Queiroz.
Se este chegar ao que o Sargentão fez, já se pode dar por satisfeito.
Mas não nos podemos esquecer que em jogos à séria já empatamos, e não hà muito tempo, com a Arménia ou o Lichtenstein.
Vamos ver, mas se Queiroz não tiver sucesso, o burro é ele, porque teve bastante tempo para aprender com o melhor do mundo

tio disse...

Errado!

pelo menos da minha parte, nunca leste nenhuma critica ao Queiroz.

a minha atitude é totalmente contrária: nao ando por ai a criticar tudo e todos.

desejo e apoio o queiroz da mesma maneira q o fazia como Scolari, tal como continuo a odiar todos aqueles q vem a praça publica criticar tudo e todos!

Caneleiras de cortiça disse...

Titio, não estava a falar de ti.
Estava a falar dos comentaristas que ontem criticavam o Scolari e pediam um Queiroz, e hoje começam a dizer que a mudança foi para pior.

Fuinha da Bola disse...

No Diário de Notícias destacaram o Simão pela negativa. E assinalaram o mau posicionamento do Quim no primeiro golo que me esqueci de mencionar. Resumindo, no meio-campo e ataque só se safaram Hugo Almeida, Deco e Nani (que ainda falhou um golo incrivelmente). Simão, Maniche, Raúl Meireles falharam redondamente. Já na defesa só Paulo Ferreira cumpriu.
Só um reparo ao comentário do Caneleiras de Cortiça, que dado o seu facciosismo não consegue transparecer ironia: o Nuno Gomes não fez um remate muito perigoso, falhou um golo certo no lance mais fácil da noite. E não teria marcado com o empurrão, teria cedido pontapé de baliza com as costas. Isto não é o Benfica, é a selecção, logo tem qualidade e deve ganhar, por isso exigia-se ao Nuno Gomes aquilo que não pode dar. Por último uma correcção no post, o Bosingwa foi partido no 1º e não 3º golo.

Repórter H disse...

Sr. Queiróz, se quer ir ganhar à Suécia e começar a dar alguma dignidade a esta qualificação (bater em mortos só, não chega) faz favor de pôr o seguinte 11 em campo:

1. Patrício
2. Abel
3. Tonel
4. D. Carriço
5. Caneira
6. Veloso
7. Moutinho
8. Pereirinha
9. Deco
10. Djaló
11. Postiga

Obrigado.

Pesquisa personalizada