segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Carta de S. Paulo aos Arcebispos


Do Novo Novo Testamento

Nesse tempo, andava Jesus com os seus 11 apóstolos em peregrinação pela Terra Prometida, quando um dia chegaram a terras de Alvalade, que é ali como quem vai para Belém, mas virando em direcção à 2ª circular em vez de ir para Monsanto, quando numa noite fira de Inverno, encontraram 11 vagabundos que julgavam poder ser campeões.

Jesus ao ver tamanha miséria, disse sabiamente aos seus apóstolos: "Ide ajudar estes enfermos. Aquele que souber estender a mão aos que menos têm, alcançará o reino dos céus."

Os apóstolos, tementes ao seu senhor, dirigiram-se às pobres almas, que trajavam uns tristes andrajos de cor verde e organizada e ordeiramente começaram a fazer o seu trabalho. Os fariseus d'Alvalade, pouco habituados a estas atitudes cristãs, escorraçaram os apóstolos de Jesus, atirando-lhes pedras e impropérios: "Ardei nos infernos, arsenalistas do Demo! Não necessitamos da vossa ajuda. Somos Leões e a nossa capacidade e valia chega além fronteiras; de terras da Britânia e do Império Romano, semanalmente nos vêm assediar."

Jesus, que na sua magnitude estava habituado a ofensas como as que havia sofrido quando viu a Luz e até a dar a outra face como o fez aos legionários tripeiros, perante tamanha soberba não se conteve e vociferando atirou: "Meu Pai, que estes infiéis paguem pela sua soberba e luxúria! Fazei dos meus apóstolos a ponta da tua lança e lançai toda a tua ira sobre eles."

Ao dizê-lo, o céu escureceu e uma chuvinha miúda foi caindo sobre a noite de Alvalade. Os pobres miseráveis, temporariamente orfãos daquele que até ali havia sido o seu maior artesão, a contas com um entorse num joelho, viram a raiva de Jesus cair-lhes em cima. Por três vezes, a ira do senhor, caiu sobre os andajosos, que apesar de serem conhecidos como Leões, cairam prostrados aos pés de Jesus.

Alguns depois desse dia, viram em Jesus o seu salvador e anseiam pelo dia que este volte e lidere este povo rumo à terra das alegrias prometidas, outros no entanto, ainda cegos pela sua soberba e intolerância continuam a venerar falsos profetas e seguem em quimeras intermináveis.

2 comentários:

Caneleiras de cortiça disse...

Mas Judas Fuinha ergueu-se e lembrou:
"Recordai-vos, irmãos, que os seguidores de Jesus foram saqueados pelos Hunos do Norte e pelos Romanos do Sul. Se assim não fosse, os seguidores de Jesus teriam mais trigo nos celeiros que os Hunos e os Romanos. Recordai-vos das 7 vergonhas que os Romanos do Sul trouxeram da Galiza. Nós próprios, quando Bengas Baltazar era petiz, também infligimos 7 vergonhas aos Romanos. Os Romanos perderam com os Flamengos, a pior tribo de sempre da Europa. Olhai para os Romanos, meus irmãos. Recordai tudo o que de mal lhes aconteceu e esquecei as suas conquistas. Dos gloriosos não reza a história, e assim que Liedson, pai de Lyenderson, voltar do deserto, poderemos mais uma vez rir dos Romanos. Romani ad domum!

low desert puke disse...

http://obancodamexicana.blogspot.com/2009/02/direito-ao-contraditorio.html

Pesquisa personalizada