quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

"Devemos ter vergonha na cara" - Polga

Aos que andaram aí a falar de records na Europa - Tomem lá mais cinco;
Aos que vieram gozar depois do Olympiakos - Tomem lá mais cinco;
Aos que apregoam dignidade e mais não sei o quê - Tomem lá mais cinco;
Aos que não se calam com os sete em Vigo - Tomem lá mais cinco, em Alvalade;
SAUGEN!!

Depois deste desabafo, queria disponibilizar o livro "Adepto - Como sobreviver depois de levar 5 (ou mais) na ripa" a quem dele precisar. Está um bocado gasto, porque nos últimos anos tenho-o lido vezes demais, mas dá para desenrascar.
Agora vá, cabeça erguida, voltem lá a inchar e a dizer que têm o melhor avançado, os melhores centrais e o melhor meio-campo, e toca a ir ganhar ao Dragão. Não quero cá choraminguices!

42 comentários:

Carga d'Ombro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Carga d'Ombro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Carga d'Ombro disse...

Esta "tareia" só vem confirmar que ainda há equipas com muita falta de categoria na Champions...

Bom, ao menos valeu que o Bayern está em baixo de forma. Nem tudo é mau.

P.S.: A Associação de Taxistas (como os queques do Lumiar gostam de chamar) volta a endereçar um abraço de solidariedade face a este desastre. Mas não abusem. No sábado não queremos mandar mais condolências...

low desert puke disse...

Ah, mas o Klose estava fora de jogo e tal, è a roubalheira total. Um momento que virou o jogo, senao a història nao seria assim. Sempre a levar estes nazis ao colo e tal.

Pinchas disse...

E o Benfica é grande! Perdeu na meia-final da Uefa! Ah, não espera, foi antes disso.. Mas perdeu contra um colosso europeu! Não, alto, também não foi assim.. Mas o que importa é que já se esqueceu a vergonha de Vigo! Não, espera, ainda lá estão os 7 cravados perante uma mediana equipa espanhola.

Nada retira vergonha à exibição do Sporting, mas aqueles que tentam limpar o nome à custa do adversário são tristes. Levámos 5, mas descansa que há 4 dias perdeste e na final da Taça da Liga levas outra derrota no saco (depois não se esqueçam de vir para aqui desvalorizar o que os outros ganham, é hábito..viva o Torneio Guadiana que é mais importante que a Champions e o Mundial juntos!!).

low desert puke disse...

"Mas o que importa é que já se esqueceu a vergonha de Vigo!"
- acho que o post foi bastante claro quando a frase là representada è: "Aos que não se calam com os sete em Vigo - Tomem lá mais cinco, em Alvalade;"

"Nada retira vergonha à exibição do Sporting, mas aqueles que tentam limpar o nome à custa do adversário são tristes."
- exactamente, e para isso basta ler as primeiras ideias no teu comentàrio: "E o Benfica é grande! Perdeu na meia-final da Uefa! Ah, não espera, foi antes disso.. Mas perdeu contra um colosso europeu! Não, alto, também não foi assim.."


Jà tinha algumas saudades da paradoxalidade no discurso sportinguista, foi sò voltarem à normalidade (ndr:equipa banal), para começarem logo a trocar os pès pelas maos em argumentos sem ponta de linearidade.

Engulam là os 5-0 com as orelhas em baixo e aprendam a ser um pouco mais humildes.

Ps: aguardo um post sobre o Paulo Bento para explanar alguns pontos de vista meus sobre o jogo de ontem...

Zizu disse...

Que cabaz!
Como é que uma equipa tão boa, tão perfeita leva 5 desta maneira?
Há coisas que são de dificil explicação?

Pinchas disse...

Humildade há de sobra..não nos auto-apelidamos de Glorioso..(cognome, além do mais, horripilante).
Discurso confuso nunca foi, apenas emocionado e humano, por vezes mais inflamado ou mais racional, mas nunca descabido como o vosso (são os melhores do mundo, quer ganhem ao Marítimo, quer percam com o Leixões..no fundo, isto reflecte a vossa auto-centração - um narcisismo inflamado - e faz-vos sentir os maiores, olvidando e negando a dura realidade, na qual são uma merda).

Por mais paradoxal que o discurso possa parecer, ganha contornos não de auto-invalidação ou negação de princípios, mas de reforço do que foi dito, apenas ilustra a vossa fraca mentalidade na altura de aceitar as derrotas. O comentário seguinte vem nesse rol de ideias, o propósito jamais se confinou a repetir a vossa imbecilidade, apenas a salvaguardar que a mentalidade sportinguista está anos-luz à frente da paupérrima (e plebeia?) idiossincrasia benfiquista..

Agora vá..vai lá ao dicionário procurar as palavras que não percebeste..

tio disse...

que VERGONHA

pra fazer figuras destas prefiro nao ir a champions e ficar por cá..

por cá ainda se vai vencendo o benfica as vezes.. lol

Carga d'Ombro disse...

"(...) quer percam com o Leixões (...)"

Há aqui um equívoco qualquer... O Benfica não perdeu com o Leixões...

Calma, Pinchas... Não te enerves. É só um jogo de futebol!

Carga d'Ombro disse...

Já têm aqui mais um feito: "Se há lista a que o Sporting não deve orgulhar-se de pertencer é aquela que integra as maiores goleadas sofridas em casa para a Liga dos Campeões. Até ontem, apenas 4 clubes europeus tinham perdido no seu estádio por 5 ou mais golos de diferença – Werder Bremen, Galatasaray, Sturm Graz e Monaco – e todos com o mesmo desfecho: 5-0." (In Record)

Rapaziada, viv'ó Sporting!

Fuinha da Bola disse...

Caro Carga d'Ombro e demais curiosos benfiquistas, vão ver a manita que o Benfica levou do Manchester na Luz nos anos 60, se faz favor.

Pinchas disse...

Bom, não sou benfiquista, mas creio que perderam contra o Leixões para a Taça de Portugal. Ou, espera, como foi a penalties não conta. Ou então é porque foi para a taça e por isso também não conta.

Peço desculpa então.

Onde se lê "quer percam com o Leixões" deve ler-se "quer percam com o Sporting, Nápoles, Olympiakos, Trofense, Galatasaray, Metalist e Leixões".

Está melhor assim?

Carga d'Ombro disse...

Sempre houve uma questão que pensei colocar aos adeptos leoninos mas que nunca me saiu. Por isso, aqui vai:

Porque é que consideram o vosso clube como sendo um dos "grandes"?

Peço respostas honestas, porque a pergunta também o é.

Pinchas disse...

Então pá, agora já não comentas a correcção que fiz? Custou-te um pouquinho, foi?

Calma, é só um jogo de futebol..

Se não sabes porque é que somos um grande, então não percebes nada de futebol sem ser o clubismo que cegamente (e, quiçá, estupidamente..tipo cordeiro num rebanho homogéneo e sem cérebro) defendes.

Enfim, pérolas a porcos dirão uns.

Se a tua pergunta é honesta, não sabes o que significa honesto (ironia e sarcasmo são registos gramaticais que invalidam a honestidade do discurso), mas pronto, correcções à parte:

Campeonato de Portugal: 4
Campeonato Nacional 1ª Divisão: 18
Taça de Portugal: 15
Supertaça: 7
Taça das Taças: 1
Campeonato de Lisboa: 18
Taça de Honra: 10
Taça do Império: 1 (1944)
Taça Monumental "O Século": 2 (1948, 1953)
Torneio Internacional do Guadiana: 3
Torneio Teresa Herrera: 1
Taça Peninsular: 1 (2000)
Troféu Colombino: 1 (2006)

Carga d'Ombro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Carga d'Ombro disse...

Pinchas,

De facto, não percebo nada de futebol. Ainda não me viste dizer que percebo. Assim sendo, acho que tenho mantido a coerência.

Quanto à tua questão do cordeiro num rebanho homogéneo também não me identifico como tal. Felizmente, ainda vou pensando pela minha cabeça e não dou opiniões de acordo com as "cartilhas" que me mandam ler. Contrariamente ao que afirmas não defendo clubismos cegos. Isso é noutras zonas do país...

De qualquer modo, começo a admirar-te pela sapiência e palavras pomposas. Ao ponto de mandares todos ver no dicionário, deves ser um rapaz, de facto, muito letrado.

Valha-nos isso.

Cumprimentos.

PS: Obrigado pela tua resposta honesta (palavra cujo significado, entretanto, já fui ver ao dicionário)

Pinchas disse...

Letrado talvez não, atento ao que me rodeia sim.

Aceito os elogios retirando a óbvia ironia e apenas ressalvo que só mandei um indivíduo ir ao dicionário, mas, como diz o povo, se a carapuça te serviu...

Não desvies os clubismos para o norte, no centro também os há e tu és bem a prova disso..

Quanto ao "ainda vou pensando pela minha cabeça" duvido seriamente, a tua opinião reflecte a de milhões de pessoas e da maioria dos jornais desportivos. A tua opinião surge condicionada pelo meio em que te moves e falta presença de espírito para avaliar e/ou criticar o que se vê, lê e ouve.

Cumprimentos.

Carga d'Ombro disse...

Ámen.

low desert puke disse...

"Por mais paradoxal que o discurso possa parecer, ganha contornos não de auto-invalidação ou negação de princípios, mas de reforço do que foi dito, apenas ilustra a vossa fraca mentalidade na altura de aceitar as derrotas."
ò amigo Pinchas, entao vai là ler o primeiro comentàrio a este post:
http://obancodamexicana.blogspot.com/2009/02/sem-espinhas.html

..e ainda "mentalidade sportinguista está anos-luz à frente da paupérrima (e plebeia?) idiossincrasia benfiquista.." Dà-me entao exemplos por favor. Mas usa outras palavras de nobel fonia, desse teu vasto leque linguistico, porque de paupèrrimo sò me vem à cabeça a qualidade tecnica do Paulo Bento e começo a ficar um pouco confuso.

Pinchas disse...

A excepção confirma a regra "ó amigo".

Se o português não é inteligível, posso de bom grado passar a um registo mais corrente...menos eloquente é certo, mas às vezes não podemos ser assim tão exigentes com todos.

Exemplos do que denomino "atraso", são vários : - o auto-apelido "Glorioso" é coisa triste e infinitamente vergonhosa (mostra que o carácter na hora de assumir erros ou falhas é falso); - o hábito deplorável de entrar em guerras, ora com os do norte, ora com os vizinhos; - a facilidade com que recorrem aos erros adversários para não se sentirem tão inferiores; - a sempre frequente rememoração de um passado longínquo na tentativa de preencher a auto-estima e encher o peito "para inglês ver"; - a frequência com que um jogador é endeusado (não me refiro apenas ao Mantorras, recordo, em 2003, a barbaridade de compararem João Pereira a Cristiano Ronaldo); - por fim, a sempre inesquecível dimensão de 6 milhões como se fosse algo espectacular (muito nem sempre é sinónimo de melhor, pois a quantidade não se converte em qualidade).

De novo volto a reforçar que esta é só a minha opinião, não é lei, não é mandamento, nem tão pouco é novidade. Por isso podem insultar, criticar, mandar a um certo sítio, propor que a enfie acolá..enfim, podem dizer tudo o que vos apeteça..

Cumprimentos

low desert puke disse...

1 - "Esforço, dedicaçao e glòria"...essa do "auto-apelido" sò pode ser piada tua ou desconhecimento, porque ao criarem o simbolo do vosso clube, trataram logo de meter a palavra "glòria" sem saberem ainda se poderiam tornar-se numa equipa grande, com vitòrias e titulos.

2 - Sò hà uma pessoa que fomenta a patètica guierra norte/sul, essa pessoa devia jà estar na choldra mas os amigos nao querem. Se respondemos à guerra, por muito errado que pareça, talvez seja apenas uma resposta pela falta de paciencia de ter sido tantas vezes espicaçado e espoliado de verdade desportiva em relvados, tuneis de acesso, bancadas e atè corredores d Liga ou FPF. Com um pouco de inteligencia, poderiam tb voces responder na mesma moeda, mas a hipocrisia leva-vos a andar de braço dado com tais senhores chegando ao ponto de serem enrabados e calarem.

3 - Os erros adversàrios vistos como vitòria è apanàgio do segundo clube com mais adeptos de Portugal, o anti-benfiquismo, do qual muitos e muitos sportinguistas fazem parte, portanto acho que mais uma vez nao soubeste ser verdadeiro contigo pròprio e vens agora virar o bico ao prego. Disfarças mal.

4 - A rememoraçao de um passado longìnquo existe simplesmente porque è uma coisa inimaginàvel para voces ganhar a Taça dos Campeoes Europeus. Tendo tatuado um lugar de notòria importancia na història do futebol europeu ou mundial, atravès essas vitòrias, esses tempos, e esses jogadores. Faço-te um exemplo muito practico, vivo no norte de Italia numa cidade de 100 mil habitantes, Bergamo. Nos primeiros tempos em que cheguei, quando alguèm descobria que sou portugues diziam com prazer lembrarem-se do "àguash", do "Torresh" ou do Eusèbio "Ferraira", mas tambèm do "filho do àguash" e do "Manual Bentos". Portanto, caro Pinchas, è inequivoco a importancia do nosso futebol nos anos 60 e nao sò. E aqui, quando algum adepto recorda comigo o Milao, Inter e Juve de outros tempos, falam de qualquer uma destas equipas como sendo italianas. O que demonstra que o ressabismo lagarto nao è sequer comparàvel ao sentido de partilha italiana de vitòrias "uefeiras", independentemente de qual clube se ame. Para ingles ver, right..

5 - Mas nao foi o Sousa Cintra que dizia que um tal de Careca era o novo Eusèbio? Nao comento.

6 - Se o Joao Pereira foi comparado ao Ronaldo, talvez tenha sido um jornal de "imprensa encarnada" como alguns membros do blog gostam de chamar. Ou talvez um perverso mecanismo montado para vender o jogador. Decerto que nao ouviste isso da boca dos 6 milhoes de benfiquistas, e decerto que nao por muito tempo.

7 - Nao somos 6 milhoes, somos praì uns 3, mas jà è qualquer coisa como o triplo de voces.

Um bem haja.

low desert puke disse...

ah, e a devoçao, a devoçao!

Pinchas disse...

1 - Um mote é um mote. E pluribus unum? Que mentira mais descarada!! Quantas vezes não foi um "salve-se quem puder"! Pelo que, o mote se confere anterior à prestação, como se de um slogn se tratasse. Já o apelido (glorioso) esse é horripilante e sim, incorre numa tentativa frustrada de recuperar o que já passou.

2 - Lá estão vocês a desviar atenções para guerras e disputas sem jeito nenhum. Parece que precisam delas para conferir validade ao vosso estatuto muitas vezes secundário. Haja paciência para intrigas, alianças e mesquinhices do género.

3 - Ui, anos 60 década maravilhosa! Não nego, mas também nunca me ouviram louvar os anos 50 do Sporting(espera, já te vou dar tempo de dizer que não foi tão importante, não houve tantas conquistas, não se espalhou tanto o nome, etc e tal). A verdade é que isso já passou, é história. E o presente não se faz só de passado, faz-se do actual e do futuro, algo que os benfiquistas negam, refugiando-se no passado algo vistoso (quiçá protegido por um regime "amigo"..não sei, não entro por aí), daí que seja para "inglês ver", para se fazerem maiores do que o que na verdade são.

5 - Espera, não é um coxo com 15 anos em cada perna o novo Eusébio? Não é um jovem argentino o novo Maradona? Ao menos a juventude que brota em Alvalade alcança mais que um Sporting de Braga ou Apollon Limassol, nisso não há dúvidas e raramente se anuncia a qualidade de um jogador sem esta estar assegurada. (não vale a pena dar exemplos, são demais).

6 - Devem ter sido as mesmas almas que compararam o Miguel Vitor ao Daniel Carriço.

7 - "Never underestimate the power of stupid people in large groups". Mais uma vez reforço, quantidade não é qualidade.

Caneleiras de cortiça disse...

http://seferpinchas.blogspot.com/2007/12/por-que-pinchas-to-poderoso-cerca-de-4.html
Estivemos entre Glorioso e Pinchoso
Achamos que Glorioso era menos pretencioso, e "PINCHOSO...SLB, PIINCHOOOSO SLB" soava pior.
Mas cada um com as suas manias.

low desert puke disse...

Esperava mais como resposta, ò Pinchas. A sempre presente contradiçao no discurso de um sportinguista mostra irremediavelmente, mais tarde, ser tambèm vazia de conteùdo. Falam mas nao dizem nada. Contrariam os benfiquistas, porque sim. Contradizem-se a voces pròprios, porque insistem em ser os ultimos a mandar a "estocada". Ferem-se apenas a voces pròprios, auto-ridicularizam-se e perdem crèdito a cada comparaçao ou analise ao universo benfiquista. Lamento, tens falta de calo. Respeito-te, e embora conhecendo de ti apenas as poucas vezes que aqui falaste, pareces-me um tipo inteligente e articulado, mas o anti-benfiquismo tolda-te desmesuradamente o raciocìnio lògico.

Trata mas è de ganhar ao fucòlporco.

Pinchas disse...

Mais uma vez o retorno a uma guerra desnecessária. Ora com o vizinho lisboeta, ora com os do norte (entrando mesmo no insulto).

Nunca estive em Itália, por isso talvez seja mais inculto. Ou talvez não.

Como erradamente referes "ó fulano-de-tal", nunca preconizei o anti-benfiquismo, não aprecio aqueles que são contra um clube, eu prefiro ser sempre a favor do meu. Isso da projecção de ser anti-qualquer coisa é muito feio, se existe em ti, porque a negas e projectas no outro? Mas descansa, de certeza que existem profissionais indicados para tratar disso.

Não entro em comparações porque contra factos (vitórias) não há argumentos e aí sempre fui explícito (até mesmo na génese deste diálogo encontras a veracidade e não paradoxalidade do que digo, aceito a derrota, tal como a vitória).
No entanto, e é aqui que alguns porcos torcem o rabo, é imprescindível clarificar quem é que se auto-apelida ou auto-denomina, compreendes? Um gajo se auto-apelida "o Grande" é porque provavelmente tem uma pila pequena (é como aqueles que têm um carrão e não valem uma merda, por outras palavras, "só usa balões, quem não tem colhões). E, deixa-me antecipar, não é psicologia barata, é simplesmente o constatar de um facto, o do auto-ensimesmamento, o da auto-validação exacerbada para obter algo externo que levante a estima.

Nunca contrariei ninguém aqui (pediram-me explicações e assim as dei, argumentei no máximo), nunca entrei em contradição, pelo que mantenho as minhas respostas.

Talvez precise mesmo de ir a Bergamo curar uma praga...ou então não, porque enquanto há doença valoriza-se a saúde...neste caso a sanidade...

Bem haja e bom fim-de-semana.

low desert puke disse...

"Como erradamente referes "ó fulano-de-tal", nunca preconizei o anti-benfiquismo, não aprecio aqueles que são contra um clube, eu prefiro ser sempre a favor do meu. Isso da projecção de ser anti-qualquer coisa é muito feio, se existe em ti, porque a negas e projectas no outro?"

"E o Benfica é grande! Perdeu na meia-final da Uefa! Ah, não espera, foi antes disso.. Mas perdeu contra um colosso europeu! Não, alto, também não foi assim.. Mas o que importa é que já se esqueceu a vergonha de Vigo! Não, espera, ainda lá estão os 7 cravados perante uma mediana equipa espanhola."

"(...)nunca entrei em contradição, pelo que mantenho as minhas respostas."


Assim è demasiado fàcil, rapaz. Basta-me fazer copy/paste. Repito: pensei que desses mais luta.

Caneleiras de cortiça disse...

Uma comitiva de sete membros d'O Banco vai-se deslocar ao Algarve, no próximo dia 21 de Março, para assistir ao Benfica-Sporting.
Aceito desde já agendamentos para duelos de chapadaria, a realizarem-se a partir do 12:00 nas pedreiras de Loulé.
Lamento informar mas Fuinha da Bola e Reporter H não poderão estar presentes, pelo que, com esses, terão de descarregar a vossa furia mesmo aqui.
Pinchas, Low Desert Puke, Ricardo e demais, sintam-se convidados para se juntarem a nós, quer para o jogo, quer para a chapadaria

Pinchas disse...

"Rapaz", "ó amigo", "ó"..são expressões que utilizas regularmente com que objectivo? Colocar-me ao mesmo nível que para não te sentires inferior? Ou crês que a coincidência de comentar num blog nos aproxima de alguma maneira?

A contradição não existe, volto a frisar! Desde quando constatar um facto (dizer que o benfica perdeu 7, foi envergonhado e todos ainda se recordam disso) é preconizar um anti-benfiquismo?
Calma lá com as conclusões "ó rapaz", primeiro lê, interpreta, compreende (ou pede ajuda a alguém caso não consigas) e depois sim, fala, com conhecimento de causa. É que mais uma vez entras em projecções imensas, o que eu disse não foi com anti-clubismo, ainda que a tua intenção (a tua e a de outros que criaram o post) fosse inteiramente essa? Mais uma vez, procura ajuda, acalma-te e olha que o mundo não está cheio de inimigos...ou pelo menos, não está cheio de pessoas como tu...

Ah, e em forma de conclusão, resta-me ressalvar o carácter bélico que conferes a uma discussão: "luta"? Desde quando? O futebol não é guerra, as discussões sobre ele muito menos...acalma-te, nem tudo é uma batalha...

low desert puke disse...

Parece-me que a tua hipocrisia e o teu cinismo sao proporcionais ao teu saber linguìstico, estàs bem tramado portanto.

Pinchas disse...

Mas, porventura saberás o que significa hipocrisia ou cinismo? Ou crês que se aplicam em qualquer situação, independentemente do carácter, sentido ou propósito de uma afirmação?

Lê, ou melhor, relê o que foi dito, pensa melhor e facilmente concluirás que não existiu cinismo, hipocrisia ou falsidade em qualquer meu comentário. Quiçá seja difícil aceitar algumas coisas e procures isso nos outros...bom por esses caminhos já não enveredo...


Bem haja.

low desert puke disse...

è precisamente esse o conselho que te dou: relê o que foi dito. Se nao consegues descobrir as incongruencias do teu discurso, entao lamento mais uma vez. Como disse antes, falas bem e muito, nao dizes è nada.

Boa noite.

Pinchas disse...

Enfim, os erros de português que tanto deixam a desejar...Pensas como escreves, mal, cheio de lacunas e imperfeições.

Aconselho-te a ponderares bem sobre o que se escreveu até aqui, se quiseres tira uns dias para dares toda a atenção a isso, depois sim, vem cá admitir que, por lapso ou simples ignorância, estavas errado. Ou então não o faças, porque iria contra a tua natureza.

low desert puke disse...

O argumento dos erros de portugues costuma ser usado pelos sportinguistas neste blog, quando jà nao conseguem nada mais a nao ser desviar as atençoes do verdadeiro debate. Jà aconteceu antes com o Bengas e com o repòrter H. Respondo-te o que lhes disse tambèm a eles. Em Itàlia existem diferenças nos acentos utilizados e obviamente o meu teclado corresponde a essa diferença, refectindo depois isso no que escrevo. Està bem assim, "ò fulano-de-tal"?

"Lapso" è uma das palavras que melhor pode descrever a tua ordem de ideias: o que dizes e depois contradizes; o que pensas mas que acabas por escrever de maneira diferente; anàlises sobre palavras ou fases minhas que acabas por cirurgicamente querer dar-lhes um sentido diferente. Mas parece que nem te apercebes. Pensas que ès o dono de qualquer verdade incorrigìvel, achas-te um modelo comportamental de nao sei o que, queres ter estilo sobre qualquer coisa e obviamente como em todos esses casos a màscara è tao subtil que depois de alguns comentàrios teus se descobre o quanto oco ès.

Sintomàtico que nenhum dos acèrrimos sportinguistas venha a terreiro defender-te nesta tua cruzada, desde alguns dias para cà. ès um gajo que tem estado a falar praticamente sozinho, a dizer pouco, insistindo nas suas qualidades de dicionàrio humano, conhecimento enciclopèdico sportinguista de bandeira e auto-excluindo do pròprio cèrebro noçoes como paradoxo e contradiçao, ou ainda mentira ou humildade. Porque sim, porque convèm, porque o importante è ter razao, mesmo entrando em incongruencias patèticas e mesquinhas. Tu ès assim.

Pode ser que a modèstia venha com a idade, para teu bem.

Pinchas disse...

Creio que nenhum teclado europeu aboliu os acentos, desde o circunflexo ao til (nem tão pouco as letras) fora isso, tudo bem.

Aqui se prende a questão da tua auto-centração, foram 3 pessoas que vieram barafustar comigo, eu simplesmente me insurgi contra o post (nem por um momento pretendi que alguém viesse em defesa do que digo, já para ti, as "muletas" revelaram-se sempre imprescindíveis), no entanto foste tu quem transformou isto numa quezília ou debate ignóbil e desadequado. Tentei cingir-me aos factos de cada vez que me pediram, tu continuaste perdido em argumentos que nem sabes bem como entender (provavelmente o italiano tolda-te o espírito reflexivo que o português exige).
Contudo, não hesitas em acusar-me de paradoxos ou contradições (canso-me de te mostrar que não, mas o pior cego é aquele que não quer ver) e de anti-clubismo (só por uma vez defendeste o teu clube, agora acusar os outros...). Insistes em falar de argumentos fúteis ou incongruências (de novo tento separar as coisas, mas para quê? Julgo que o dicionário possa ser solução, mas não, creio que olvidaste o português por completo), defendes que o conhecimento enciclopédico é mau (quiçá porque não o tens, mas isso é fácil, a wikipedia tem tudo, embora ressalve que só faz sentido quando se integra numa forma de pensar estruturada, em pleno contacto com o intelecto e sentimento), e, por fim, usas e abusas da projecção (apesar de o espaço cibernético conferir anonimato, creio que abres a porta à tua individualidade com esses mecanismos).

Bom, talvez a modéstia me venha com a idade, talvez a ignorância em ti se dissipe com a evolução...ou talvez não...

Repórter H disse...

Onde é que aconteceu essa dos erros com o Repórter H, rapazinho?

Pinchas disse...

Bom, que fique assente que nunca me referi a ninguém em concreto (serviu a carapuça a quem se acusou, contudo creio ter acertado, basta olhar para outros posts dos mesmos autores, deve ser "parvoice" minha, ou melhor, parvoíce, perdão).
Por fim, apenas ressalvo a deliciosa nomenclatura "rapazinho" - julgo não ser necessário entrar em mais detalhes quanto ao propósito da mesma, a qualidade depreciadora (quiçá derivada de um sentimento de ameaça) é evidente.

Alea jacta est...ou então fica-se por aqui...

Repórter H disse...

Óh rapazinho II, não era para ti! Nem sei que raio de carapuça foste arranjar para te servir!

Pinchas disse...

É frequente barafustarem comigo...se não foi o caso, então mea culpa...

Mas cuidado com essa do rapazinho...não vá alguém tomar-te como receptor da própria interlocução..

low desert puke disse...

Contente?

Pinchas disse...

Com a tua ausência? Claro...pérolas a porcos não é o meu desporto favorito...

Pesquisa personalizada