segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Paulo Sérgio, treinador do Paços de Ferreira, a analisar a derrota da sua equipa, na visita ao Benfica (3-2), em jogo da 18ª jornada da Liga:

«Não considero o resultado justo, mas isso é irrelevante na justiça do futebol. O Benfica teve mais bola mas só fez um remate na primeira parte. Com 0-0 tivemos uma excelente ocasião para inaugurar o marcador. O Benfica abre o marcador com um lance irregular..."
Começo a acreditar que os bonés do Paços toldam o raciocínio. Um só remate na primeira parte? Só num lance foram dois remates, um a ir ao ferro, e outra sacada por obra e graça do espírito santo. De memória ainda lhe falo em remates do David Luiz, Luisão e Reyes.
Quanto ao 1.º golo ser irregular, é capaz de ter razão. Tal como o amigo Paulo Sérgio, Cassio não deve regular bem, para ter aquela saída.
Mas pronto, queixou-se, e fica sempre bem. Pena é o seu colega Carlos Brito não ter estado para isso.

9 comentários:

Carga d'Ombro disse...

Se tudo correr normalmente, esta equipazinha de merda desce de divisão.

O autocarro à frente da baliza e as baboseiras dos treinadores são apenas espelho do futebol medíocre que temos.

Já não há paciência para estas idiotices!

Pulha Garcia disse...

Pelo segundo ano consecutivo considero o Paços de Ferreira a equipa mais fraca a ir jogar à Luz. O facto do pseudo-treinador achar o resultado injusto é para mim surreal. Queriam ganhar? jogassem à bola em vez de se atirarem para o chão...6 jogadores a ser assistidos antes do Benfica marca o primeiro diz muito do nosso futebol...

Repórter H disse...

Com o autocarro em frente à baliza, levaram 7 golos e meteram 5 nos 2 jogos com o Benfica.

O que faria se além do autocarro tivessem posto os passageiros, as bagagens, a estação de camionagem... ou se tivessem jogado ao ataque.

Carga d'Ombro disse...

Não posso estar mais de acordo, Repórter.

Se tivessem posto tudo ou tivessem jogado ao ataque se calhar não tinham marcado nem um golo...

Repórter H disse...

Então pelos vistos, o crime (quase) que compensa!

PS: apesar de tudo, acho que os clubes e os jogadores que ostensivamente queimam tempo deveriam levar sumaríssimos. É uma falta de respeito por quem paga bilhetes. De resto, se conseguirem empatar (c)o(m) Benfica, não me importo muito

Carga d'Ombro disse...

Em Portugal, sim, o crime compensa...

Não me digas que é novidade para ti!!

Ricardo disse...

É absurdo como quase todos os gajos que jogam contra o Benfica acham que o resultado é injusto e que foram prejudicados (sendo justo e sem erros do árbitro) e quase todos os gajos que jogam contra o Porto acham que o resultado é justo e nada têm a dizer sobre a arbitragem (algumas vezes sendo injusto e muitas vezes tendo sido prejudicados).

A sério, há coisas neste futebol que davam para um filme desse man aí, da foto da direita, que está com uma lupa a observar pelozinhos púbicos.

Fuinha da Bola disse...

Mas esse homem já morreu, como o Benfica. Infelizmente (o sr.)...mas o Benfica consegue ser uma comédia ainda mais divinal!

low desert puke disse...

Ao contràrio do sporting, que nao è mais do que um drama monumental.
De tal maneira que a meio da època jà presidentes nao se recandidatam, treinadores pedem(!) para nao renovar e quase metade do onze titular andou ali a espreitar pela porta entreaberta para ver se algum clube o vinha buscar.

Pesquisa personalizada