terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Perguntas e respostas III

P: O Benfica vai ser cabeça-de-série no sorteio dos 16avos da "Oro Ligue"?

R: Não. Vão ser apenas cabeçudos-de-série!

11 comentários:

Anónimo disse...

Quem ri por último, ri melhor...

Afinal, com toda a merda que o Benfica anda a fazer na Europa, ainda consegue estar na mesma competição que FCP e SCP...

Ricardo disse...

Aquela bolinha à trave tinha dado muito jeito. É que, de facto, ser cabeça-de-série e não ser este ano fará muita diferença. O grupo de equipas de possíveis adversários para o Benfica é de grande qualidade. Se a bola ao poste tivesse entrado, seria... peanuts. Mas estamos na luta. Não por nossa iniciativa (parecíamos uns tristes), mas pelo Lyon. Obrigado, Lisandro, és o maior!

Agora é eliminar quem vier e encontrar o Sporting nos oitavos.

MM disse...

É esse o espírito Anónimo. E ai de quem ouse retirar brilho a mais uma noite de glória europeia do Benfica, uma mais, que de resto prova a produtividade encarnada na Europa do futebol, nesta última década.
Fox270, ou Fox27, junta-te ao anónimo, porque quem ri por último ri melhor, como ele diz.

Ai esta capacidade que o Benfica tem de virar eliminatórias que parecem perdidas. Mão à palmatória, vós sois mesmo muito bons. Malandros, lá levaram a melhor mais uma vez ...

low desert puke disse...

Se os comentàrios de merda fossem uma modalidade olimpica jà levavas mais uma medalha para casa, esterco.

JPDB disse...

Ricardo,

Já tinha comentado com amigos benfiquistas que este ano a diferença entre a Champions e a Liga Europa não era tão grande como costumava ser.
E isto com base no facto do Braga ter ido pela primeira vez à Champions e ter sido logo Pot 3. Ou então no facto de uma equipa fraquérrima como o Copenhaga ter passado. O Pot 4 da Champions este ano estava ao nível do Pot 3 ou quase 4 da Europa League.
Com as novas regras do Platini, a Champions vai ter um fosso cada vez maior entre os Pots 1 e 2 e os 3 e 4.
O Benfica teve a sorte/azar de ter a equipa menos cotada do Pot 1, e uma das mais cotadas do Pot 3. Ou seja, ficaram 3 equipas do mesmo nível. E isto normalmente costuma ser pior que ter uma equipa fortissima como Pot 1. Ter o Barcelona como Pot 1 era quase impossível pontuar contra eles, mas também havia a garantia que as outras equipas certamente não iriam pontuar. Assim era só preciso fazer o trabalho contra os mais fracos e disfrutar dos jogos contra essa equipa, um pouco à imagem do que o Sporting fez contra o Barcelona, Shakthar e Basileia.

Ainda assim, e vi os jogos, o Benfica este na Champions jogou muito pior do que costuma jogar. A equipa parecia muito amorfa, sem vontade, e pareceu sempre cansada/desligada/desinteressada. Para mim o momento chave foi não segurarem o 4-0 contra o Lyon e perderem a vantagem no confronto directo...

JPDB disse...

Muitas das equipas que podem sair ao Benfica, vindas da Europa League, estão teoricamente a um nível semelhante ao do Schalke. No entanto, não me parecem ter a mesma mentalidade/capacidade colectiva, para vencerem o Benfica da mesma maneira...

ana disse...

Braaaaaaaaga!

MM disse...

JPDB,
Quão refrescante é ler-te, aqui. Graças a Deus por isso, e graças a Deus por seres leonino. Os conhecimentos que evidencias fazem falta: ao Banco, a mim, e aos adeptos do Benfica que por aqui andam. A esses sobretudo.
Só uma coisa: o Shakhtar a quem o Leão há 2 anos secou 6 pontos era uma equipa muito forte. Não era de um campeonato alemão ou francês mas, não era inferior ao Shalke, e não era assim tão inferior ao Lyon. Melhor que o Shalke, pior que o Lyon. E nem é por ter ganho a UEFA nesse ano, mas sim por ser o Shakhtar, uma equipa recheada de bons jogadores, uma equipa do Mircea Lucescu, um clube "rico", ou um clube governado por gente milionária, mais isto. A um nível inferior ao de um Zenit mas na mesma linha. E o Basileia bom, é obviamente uma equipa muito melhor que o Hapoel. Isto só para dizer que o Benfica tinha - em tese - obrigação de ter-se qualificado. Não é surpreendente que tenha ficado pelo caminho mas era sua obrigação. O problema é esse JPDB, existe muita fantasia, todos os dias, e os adeptos de equipas portuguesas vêem o seu futebol da mesma forma que vêem tudo:
Não foi normal o Sporting ter-se qualificado nesse grupo, a 2 jornadas do fim, porque não foi normal o Sporting ter ido ganhar à Ucrânia ou à Suiça. Pode parecer chocante isto que digo, mas não é. Da mesma forma que não é normal os adeptos do Porto acharem surpreendente levar 5 ou 6 em Londres, 2 ou 3 anos seguidos, ou acharem completamente normal uma vitória em Viena, como a obtida há 1 semana e meia. Não é normal o Sporting ir ganhar a França, ou o Braga ir ganhar a Belgrado.

MM disse...

E porque é que não é normal? Porque ano após ano as equipas portuguesas saem derrotadas por muitos clubes que os adeptos - olhando para os nomes - sempre desvalorizam mas que ano após ano nos derrotam, especialmente jogando em sua casa. E nós, adeptos, no lugar de percebermos isto renovamos anualmente ilusões de que somos mais do que aquilo que realmente somos. O futebol português é uma fantasia pegada, onde Benfica, Porto e agora também o Sporting (infelizmente) têm orçamentos de equipas de campeonato espanhol ou italino sem que exista depois confirmação prática nos relvados. O Nuno Gomes não pode ganhar mais de 1 milhão de euros por ano apenas por ser muito querido pelos benfiquistas, porque por esta Europa fora existe um sem-número de jogadores muito melhores do que ele que ganham 1/3 disso. O Benfica não pode empatar 10 milhões de euros no Gaitan apenas porque acha que sim, porque o Jurado que ontem fez um jogo mil vezes melhor do que o argentino custou num negócio muito contestado pelos adeptos do Shalke 12 milhões ao clube alemão. Ora se num clube alemão isto é estranho e questionado, num clube português toda a gente acha normal?
Mas depois claro, os fantasiosos adeptos somam os Gaitan, Salvios, Nuno Gomes, David Luiz, Javis e Aimares e acreditam que têm uma equipa muito forte, quando não têm. O que têm é uma equipa boa, inferior a outras e de orçamento bem superior a muitas dessas outras equipas de campeonatos melhores que têm essas sim melhores jogadores.

Os clubes portugueses vivem acima das suas possibilidades. E por viverem desta forma nós, adeptos, julgamos que podemos ombrear com clubes de campeonatos melhores, muito melhor organizados, infinitamente melhor apetrechados de bons jogadores - ainda que não os conheçamos - e habituados a um nível competitivo semanal que nós nunca experimentaremos, infelizmente, porque para o experimentarmos seria necessário toda uma reformulação do futebol lusitano.
O Benfica, leva tudo isto a um exagero absurdo. Não é só este ano. Vejam o investimento que fizeram na equipa do Quique para apresentar os resultados que apresentaram, ou nas equipas anteriores a essas, ou posteriores. Não é normal. O Roberto, Maxi, David Luiz, Peixoto, Amorim, Javi, Gaitan, Salvio, Nuno Gomes, Cardozo, Mantorras e Kardek não têm obrigação de vencer o Shalke, porque não são melhores jogadores do que os do Shalke, nem o Jesus é melhor que o Feliz Magath, e o Shalke é um clube muito mais forte do que o Benfica, porque alemão, mais organizado, mais habituado.
Agora claro, responsabilidade: gastam 60 milhões de euros pois então seja-lhes cobrada a responsabilidade de ter de ganhar ao Shalke, ao ao Hapoel.

Não faz sentido nenhum, o futebol português.

low desert puke disse...

E que sentido fazes tu, traste?

Petinga disse...

Ricardo: entre os possíveis adversários do Benfica encontram-se o Liverpool (outra vez!), Spartak Moscovo, Ajax, Twente, CSKA, Zenit, EStugarda, Bayer Leverkusen. Queres crer que o Benfica que levou 3 na pá do Hapoel, perdeu 2 jogos com o Schalke e quase desperdicava uma vantagem de 4 golos contra o Lyon vai passar isto com uma perna às costas? Deves estar a brincar... vá lá que 3 das equipas tugas sao cabecas-de-série, Braga incluído (porque teve uma prestacao verdadeiramente excelente na CL para aquilo que a equipa vale).

Pesquisa personalizada