domingo, 16 de novembro de 2008

Post da azia II


Escrevo estas linhas tendo por base a firme convicção que o Paulo Bento não é o treinador que o Sporting precisa.

E não é porque ao fim de 3 anos, não conseguiu ainda o título de campeão e não me parece que que seja este ano que vá conseguir. Mas não é só por isto que tenho esta convicção.

A verdade é que tem o balneário num fanico: o capitão é contestado por colegas, comentadores e mais importante que tudo sócios e adeptos; os jogadores mostram-se fora de campo pouco solidários, com tricas a saltar cá para fora a um ritmo impressionante; continua a incompatibilizar-se com jogadores ao ritmo de 2 por ano, Sotj e Vuk, são apenas mais dois capitulos de uma novela que já teve Beto, Carlos Martins, Deivid, Sá Pinto, etc.

A equipa joga um futebol horroroso e tem a consistência de um Molotof no Verão. Para mais, não tem o mínimo de flexibilidade táctica o que obriga diversos jogadores a jogarem fora de posição e em alguns casos e correrem 3 e 4 posições no mesmo jogo.

Pronto. Dito isto aqui vai quem o nome de quem em acho que deveria vir para o lugar do "franjinhas": Jesus! O ideal seria mesmo o original, o Cristo mesmo. Falava-se com a Alexandra Solnado e negociava-se o contrato para as épocas de 2009/10 e 2010/11.

No entanto admito que esta possibilidade possa ser complicada de pôr em prática, nomeadamente porque o Senhor tem os domingos bastante ocupados com as missas e como o Papa anda a tomar conta do clube dos corruptos, não sei se não haveria ali um ligeiro conflito de interesses. Finalmente não sei se a Alexandra Solnado não seria um pior intermediário que o Veiga neste negócio.



Assim sendo, já me contentava com o homónimo. O Jorge, o do Braga. Se seria melhor que este, não posso garantir, mas pior seria dificil e tenho a certeza que o futebol praticado seria melhor.

Por isso contem comigo para aderir à campanha "Jesus desce até Alvalade!".

Mas esperem, não vá já tudo a correr. Enquanto lá estiver o Pipinho a dedicar uma hora diária ao clube e ir assistir a torneios de golf enquanto a equipa joga não vale a pena. Por isso Pipinho, um pedido: o menino finja que vá cagar e desapareça, tá bem?

1 comentário:

tio disse...

eu curtia o Jaime Pacheco.

mas pelo o andar das coisas, vamos ter q perder mais jogos para se fazer alguma coisa.

Pesquisa personalizada