terça-feira, 5 de maio de 2009

Meia final da Champions

Vi assim a modos que mais ou menos o Arsenal - Manchester, a 2ª da mão da meia-final da Champions e cheguei a algumas conclusões.

Antes de apresentar as minhas brilhantes constatações queria só avisar eventuais visitantes adeptos do clube corrupto lá de cima, que venham para aqui gabar-se que dos adversários a eliminar do Manchester, o Fê Cê Pê foi o que conseguiu o resultado menos mau, queria só lembrar também que foi o único adversário contra quem o Manchester apresentou meia equipa de suplentes. Mas adiante.

Então de ver este jogo conclui que:
  • O Wenger é assim uma espécie de Quique Flores lá do Arsenal, só que a longo prazo
  • O Ferguson é assim uma espécie de Paulo Bento lá do United, só que em bom
  • Aquele 3º golo do Manchester, há uns anos teria sido um "caganda golo em contra-ataque", agora foi um "excelente lance de transição"
  • Relativamente ao lance do penalti e aos comentários do iluminado Lobo, 1º a regra é assim e 2º é o Fletcher, foda-se!
  • Finalmente e para quem sente uma pontinha de inveja do futebol inglês, é só para lembrar que aquilo é só um jogo e que o Wenger viu o jogo de blusão de penas e eu de calções com um calor do camandrão.

Outras coisas, bem mais interessantes deve ter sido possível de concluir, mas eu não fui capaz. Levantei-me às 5 da manhã e já fui e vim a Madrid.

1 comentário:

low desert puke disse...

Eu conclui que o Cristiano Ronaldo para o ano està no Inter. Vai uma apostinha?

Pesquisa personalizada